Sábado, 07 DE Abril 2012

O Benfica entrou em campo em Londres em desvantagem de 1-0 e em desvantagem na formação das equipas, sem qualquer central de raíz e com Javi e Emerson a jogarem no meio da defesa. Ainda assim, a equipa entrou melhor e a jogar no meio campo inglês. Mas rapidamente se percebeu que tinha pela frente uma coesa e competente equipa do Chelsea e uma arbitragem muito caseira, com larga diferença no capítulo disciplinar (5 amarelos para o Benfica na primeira meia hora sem um único para o Chelsea) e na interpretação de quedas. Aos 20’ marca penalty por carga de Javi em Cole e Lampard coloca o Chelsea na frente. O Benfica voltou ao ataque mas uma falta de Maxi aos 40’ deita tudo a perder ao ver o 2º amarelo e a ser expulso. Esses últimos 5’ foram todos do Chelsea e por pouco o Chelsea não voltou a marcar. O  Benfica reentra e tem duas boas oportunidades, mas rapidamente o Chelsea volta a tomar conta do jogo e tem mais duas ou três grandes oportunidades para marcar (Ramires falha uma escandalosamente). O Benfica começa a refrescar o ataque e ter algumas oportunidades. Javi marca aos 85’ e o Benfica lança-se no tudo ou nada. Já nos descontos e após um lance de bola parada do Benfica, o Chelsea contra-ataque e Meireles coloca o resultado final em 2-1. O Benfica fica fora da Champions mas teve uma grande atitude da forma como jogou mais de 50’ com um jogador a menos e apenas dois defesas (Emerson – que até terá feito o seu melhor jogo com a camisola do Benfica – e Capdevila) na equipa, conseguindo jogar de igual para igual.

O Sporting foi jogar à Ucrânia e teve em Rui Patrício o seu grande herói. O guarda-redes leonino foi defendendo tudo o que lhe ia aparecendo e o Sporting pouco fazia para além de defender e tentar impedir que os ucranianos se aproximassem da baliza. No primeiro remate à baliza, Wolfswinkel marcou mesmo antes do intervalo. Os ucranianos voltaram a entrar na segunda parte ao ataque e conseguem ultrapassar Patrício aos 57’. Com o  empate no jogo, bastava mais um golo para empatar a eliminatória e os ucranianos procuraram esse golo que Patrício ia negando. Aos 65’ beneficiaram de um penalty que Patrício defendeu e com essa defesa quase acabou com as esperanças dos ucranianos que pouco ou mais fizeram até final. Empate a um que permite ao Sporting avançar para as meias finais ibéricas, novamente. No ano passado, 3 equipas portuguesas e 1 espanhola, este ano, 1 portuguesa e 3 espanholas. Força Sporting.

publicado por Spaceship às 23:17
Carissimos,
A minha opiniçao tardia de alguem que so viu o resumo alargado:
- Arbitragem caseira è verdade, mas que esteve bem nos lances capitais (penalti e expulsao, que ate devia ter sido direta).
- Enorme resposta de Raul Meireles aos constantes assobios nos dois jogos - para quem se queixa de ser alvo constante de canticos de claques rivais, nao se compreende tamanha pequenice dos seus adeptos.
- Declaracoes ridiculas do treinador e dirigentes benfiquistas. Sentir injustica è legitimo... criticar arbitragens è compreensivel... mas disparar em todas as direcoes possiveis e imaginarias (inclusive contra do presidente da UEFA, que eu pessoalmente abomino) è uma patetice que sò serve para perder qualquer razao que eventualmente tivessem. È preciso saber perder!!!
fred a 9 de Abril de 2012 às 20:22
Fred, não discuto os 2 lances capitais, pois também achei que o árbitro esteve aí bem.. o que eu discuto foram os amarelos mostrados aos jogadores do Benfica logo no inicio do jogo por lances perfeitamente banais (o do Cardozo e do Aimar) e que em lances idênticos ou mesmo mais duros protagonizados por jogadores do Chelsea (principalmente o Terry e o Mikel) nada era mostrado. Alem disso, qualquer jogador do Chelsea no chão era marcada falta contra o Benfica e era preciso que os jogadores do Chelsea fizessem faltas gritantes para que o árbitro as assinalasse..
Quanto às declarações do Jesus.. começo a ficar fatigado com os maus resultados a serem justificados com erros dos árbitros (não marcação de penalties no empate em Coimbra e nas derrotas em Alvalade e com o Chelsesa em casa, golo em fora do jogo do Porto, expulsão de Aimar em Olhão e esta derrota em Londres).. Quanto às do Luis Filipe Vieira, são completamente despropositadas como sempre que ele reaje em cima do acontecimento..
Só uma última nota.. os adeptos do Benfica começaram a gritar por Platini durante o jogo.. um amigo meu, adepto do Sporting mas a morar em Londres foi ver o jogo e também participou nesse devaneio sem o conseguir justificar.. não se percebe..
Spaceship a 12 de Abril de 2012 às 00:24

Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contador de Visitas
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
....sou benfiquista " desde pequenino", ouvi o rel...
Oferecido de empréstimo ao privadosEstou pronto pa...
Oferecido de empréstimo entre detalheSão detalhe n...
Calabote ter sido erradicado (pois se fosse irradi...
benfica é o lider como a aguea e ...
Este senhor quer tapar o sol com a peneira......ex...
Os portistas Saõ e serao sempre os mesmos m...
Ah caiu o mito porque tu o dizes? Makes sense.
E não vao ficar por aqui... este ano tb ja esta de...
Posts mais comentados
54 comentários
39 comentários
32 comentários
30 comentários
28 comentários
26 comentários
blogs SAPO