Segunda-feira, 23 DE Abril 2012

A primeira equipa a entrar em campo foi o Benfica que recebeu o Marítimo e entrou fortíssimo e desde logo a obrigar Peçanha a aplicar-se, a fazer grandes defesas e a agradecer a ajuda do poste em duas ocasiões. Ainda assim, Nolito aos 14’ e aos 19’ marcou os golos que permitiram ao Benfica chegar ao intervalo a ganhar claramente, mas ainda assim, de forma escassa face à diferença que se tinha registado em campo. Na segunda parte, o Marítimo entrou melhor e foi a vez de Artur se mostrar fazendo duas ou três grandes intervenções. Sami aos 52’ teve o prémio que perseguia e quando o Marítimo crescia e procurava o empate, o Benfica matou o jogo com golos de Rodrigo (65’) e Bruno César (69’). Vitória justíssima com destaque para Nolito (jogou em vez de Gaitan que está em baixa de forma) que marcou dois e fez duas assistências, bem como para as titularidades de Capdevila (o justo dono da lateral esquerda) e Saviola (um avançado em vez do médio Witsel que estava castigado).

Seguiu-se o Porto que recebeu o Beira-Mar e desde logo tentou instalar-se no meio-campo aveirense. O Beira-Mar consentiu o domínio territorial e a posse de bola, mas fechou bem os caminhos da baliza e procurou sempre o contra-ataque, conseguindo alguns lances de perigo, mas onde a falta de pontaria foi gritante. Aos 32’ um jogador do Beira-Mar puxa Sapunaru que entrava na área e provoca uma grande penalidade que Hulk marcou e serviu para desbloquear o jogo. O Beira-Mar acusou o golo e o Porto, mais tranquilo cresceu em campo, entrando na segunda parte completamente demolidor, marcando aos 51’ (Janko) e aos 54’ (Hulk). Até ao fim, só deu Porto, embora de forma mais lenta e tranquila. Também aqui a vitória foi justíssima.

Por fim, no domingo o Sporting deslocou-se à Madeira para jogar com o Nacional. O Sporting entrou em campo com uma equipa de suplentes por estar a precisamente a meio das meias finais da Liga Europa, mas ainda assim, entrou mais forte e chegou rapidamente ao golo por intermédio de Rubio aos 12’ (curiosamente um jovem que muito prometeu na pré-época e que pouco ou nada jogou durante a época tendo marcado o seu primeiro golo oficial pelo Sporting neste jogo). O Sporting continuou melhor e Renato Neto ampliou a vantagem aos 31’. Depois esmoreceu e o Nacional cresceu, muito por força do golo de Mateus logo de imediato (34’). Na segunda parte o Nacional foi mais forte e isso ficou ainda mais patente apos a expulsão de Rubio aos 58’. O Nacional dominou e chegou ao empate por Keita os 74’. Quando o Nacional procurava o golo da vitória, em contra-ataque Wolfswinckel sofre penalty e converte o 3-2. Até ao fim, só deu Nacional, mas Boeck fez 2 ou 3 excelentes defesas, garantindo a vitória para o Sporting.

Destaque ainda para o empate do Braga em Paços de Ferreira, que depois de uma série vitoriosa fantástica, soma o 3º jogo seguido sem ganhar e já tem o Sporting a sonhar com o 3º lugar (jogam entre eles na última jornada).

publicado por Spaceship às 15:26
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contador de Visitas
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
....sou benfiquista " desde pequenino", ouvi o rel...
Oferecido de empréstimo ao privadosEstou pronto pa...
Oferecido de empréstimo entre detalheSão detalhe n...
Calabote ter sido erradicado (pois se fosse irradi...
benfica é o lider como a aguea e ...
Este senhor quer tapar o sol com a peneira......ex...
Os portistas Saõ e serao sempre os mesmos m...
Ah caiu o mito porque tu o dizes? Makes sense.
E não vao ficar por aqui... este ano tb ja esta de...
Posts mais comentados
54 comentários
39 comentários
32 comentários
30 comentários
28 comentários
26 comentários
blogs SAPO