Quinta-feira, 02 DE Setembro 2010

Os jornais Diário de Notícias e Abola avançaram com esta possibilidade, a qual penso que não passa disso mesmo, uma possibilidade e que dificilmente se irá concretizar. No entanto, e como temos assistido a verdadeiras pérolas na nossa “justiça desportiva”, penso que deveria partilhar convosco isto:

 

«O Marítimo prepara-se para apresentar na Liga Portuguesa de Futebol Profissional uma queixa contra o FC Porto por alegado aliciamento ao brasileiro Kléber, jogador que o Atl. Mineiro emprestou aos madeirenses e que os dragões tentaram negociar.
A notícia foi avançada ontem pelo Diário de Notícias da Madeira e dava conta de que a queixa irá basear-se no no artigo 65.º do Regulamento Disciplinar da Liga, que trata do aliciamento a jogadores e treinadores e prevê, entre outras sanções, a perda de três pontos na classificação actual do campeonato português.
A BOLA procurou esclarecimentos adicionais junto do Marítimo e, de acordo com as informações recolhidas, os madeirenses optaram pelo fecho do mercado para tomarem uma decisão sobre um assunto que fez correr muita tinta no defeso. Está, neste momento, a ser compilada toda a argumentação do Marítimo que deverá ser brevemente apresentada numa detalhada exposição à Liga. O Marítimo estranha, ainda, que a Comissão Disciplinar da Liga não tenha tomado qualquer iniciativa sobre o assunto até ao momento, uma vez que teve conhecimento dos factos que se tornaram públicos.
Durante o dia de ontem o FC Porto optou por não reagir oficialmente à notícia, no entanto, de acordo com as fontes contactadas por A BOLA junto do clube portuense, os sinais recolhidos foram de profunda desvalorização do assunto e, particularmente, das referidas intenções do Marítimo. Os dragões entendem que respeitaram os processos normais de negociação e nada temem.
Kléber, 20 anos, recorde-se, está actualmente a treinar-se no Atlético Mineiro, que detém o passe do atleta. No ano passado jogou emprestado no Marítimo mas com um vínculo que, garantem os madeirenses, durava até Junho de 2011 e incluía opção de compra, pelo que o Marítimo terá exigido uma indemnização alegadamente prevista no contrato para libertar o jogador de imediato, pretensão a que o Atlético Mineiro e o FC Porto não terão atendido quando negociaram o passe de Kléber. »

 

O excerto foi retirado de http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=220506, mas esta notícias já está em vários orgãos de comunicação, mas em todos diz mais ou menos a mesma coisa..

 

Independentemente dos argumentos do Marítimo, eu não vejo qualquer problema, uma vez que o FCP tentou negociar o jogador com o clube que efectivamente detém o seu passe e acertar as condições com o jogador em questão! O Marítimo apenas tinha que se entender com o clube brasileiro e acertar o valor de indemnização por não ter sido cumprido o empréstimo até ao final. Nada tem que existir entre o Porto e o Marítimo!

publicado por Spaceship às 12:50
"No ano passado jogou emprestado no Marítimo mas com um vínculo que, garantem os madeirenses, durava até Junho de 2011"

Acho que a chave do problema estará aqui. Existe ou não vínculo! Se existir e se se provar aliciamento, vejo as coisas mal paradas para o lado do FCP.

Para os mais distraídos os pontos podem vir a ser retirados, mas não necessárimanete
nesta época mas sim "na época em curso do trânsito em julgado do acórdão sancionatório".

Isto para não virem para aqui choramingar e dizer que já andam por ai esquemas para tentar equilibrar o campeonato a favor do Benfica (discurso tão demagogicamente repetido ao longo dos últimos tempos). Não só porque não é necessariamente verdade, como expliquei supra, como por outro lado mostram uma arrogânia de pensarem que são os únicos candidatos. Existe o Braga e o Sporting que também já estão muito na frente e ninguem fala em retirar-lhes pontos.

O mundo não gira só à volta do FCP.Cresçam.

lmb a 2 de Setembro de 2010 às 14:22
Mas espera aí.. independentemente do acordo existente entre o Atlético Mineiro e o Marítimo em relação ao empréstimo do atleta, uma vez que o FCP negociou com o Atlético Mineiro e que este aceitou as condições do Porto, permitindo que o Porto falasse com o jogador, o Marítimo nada pode atentar contra o Porto.
Evidentemente que pode exigir ao Atlético Mineiro uma compensação pela quebra do vinculo existente, mas não passa disso.
O passe do jogador é tratado entre o FCP e os brasileiros e qualquer problema que o Marítimo possa ter, deve ser resolvido com os brasileiros. Penso que o FCP não terá que tratar de nada com o Marítimo..

Defenderia exactamente o mesmo, se neste momento o Atlético de Madrid resolvesse vender o Salvio a qualquer clube. O Benfica tendo garantido o empréstimo até ao final do ano, deveria ser indemnizado pelo Atlético, mas nada poderia exigir ao novo clube do jogador. Ou se o Benfica resolvesse vender algum dos jogadores que tem actualmente emprestados a outra equipa.. Também aqui, deveria ser o Benfica a indemnizar a equipa a quem tinha emprestado o jogador, a nova equipa não teria nada com isto!
Spaceship a 2 de Setembro de 2010 às 14:32
Aquilo que eu ia explicar ao "crescido" Sr. Ika acabou de ser dito pelo Spaceship...nada mais a acrescentar.
Parece-me algo óbvio, mas há "cegos" que não conseguem ver.
Joca a 2 de Setembro de 2010 às 14:45
Caro Spaceship isto não é dos que nos parece correcto ou incorrecto, mas sim com a intrepretação que será dada ao regulamento.

Durante o período que duram os vinculos dos emprestimos o clube que assegurou o empréstimo não deverá ser despojado do jogador assim do nada. O clube titular do passe terá de chegar acordo com o clube a que emprestou o jogador. Se assim não fosse, seria a lei da selva, acabando por prejudicar os clubes mais fracos.

O Maritimo vem alegar que tudo corria bem e que o jogador estava contente, até que um clube que disputa o mesmo campeonato (o das camisolas inspiradas nas barracas de Matosinhos), começou alegadamente a fazer a cabeça ao jogador que começou a forçar a saída. Obviamente que o FCP se queria o jogador foi negociando com o clube detentor do passe. N

Esta situação, de aliciar um jogador emprestado com vínculo até 2011,segundo as pretensões do Martimo equivalem a aliciar um jogador cujo o passe fosse do Maritimo.

Aguardo para ver a decisão se vier a existir processo. Aceitarei qualquer uma das duas, se bem, que o raciocinio do Marítmo não me parece totalmete descabido.



lmb a 2 de Setembro de 2010 às 14:47
Caro Ika,
Dizes "O clube titular do passe terá de chegar acordo com o clube a que emprestou o jogador." e dizes muito bem (coisa rara).
É impressão minha ou o F.C.Porto não é o tiltular do passe??!!
O F.C.Porto chegou a acordo com o titular do passe (o Atlético Mineiro) e este, como muito bem dizes, é que devia ter chegado a acordo com o Marítimo.
O F.C.Porto não tem nada a ver com isso...
Este assunto não me faz perder um segundo do meu tempo a pensar nele, mas é engraçado ver a reacção do Sr. Ika...todo excitado, como se isto fosse dar alguma coisa, apesar de, ingenuamente, dar argumentos que mostram, claramente, que não há ponta por onde se lhe pegue.
Joca a 2 de Setembro de 2010 às 14:57
Discordo contigo caro amigo.
São dois pontos distintos. Obviamente que o clube detentor do passe teria de compensar o Maritimo. Isso nem se discute. Agora acontece que houve um clube que alegadamente fez a cabeça a um jogador que estava contente no Maritimo até 2011 até que lhe foram fazer a cabeça e ele começou a pressionar para vir embora.

Se de facto existir um vínculo até 2011 poderá intrepretar-se que é como se o jogador fosse do Maritimo até essa data, e houve um clube que o aliciou para sair antes dessa data.

O raciocinio não é assim tão descabido quanto isso. Mas veremos no futuro qual é a decisão.

p.s: Não estou nada exitado fui bem claro no meu primeiro comentário em relação a este assunto. Discuti do ponto vista exclusivamente jurídico e não clubístico.
lmb a 2 de Setembro de 2010 às 15:05
Calma lá.. Quando tu dizes que "um clube alegadamente fez a cabeça a um jogador", há uma coisa que importa esclarecer. Quando o Porto falou com o jogador, supostamente já teria acordo com o Atlético Mineiro.. Logo, havendo acordo com o detentor do passe, o FCP apenas teria que chegar a acordo com o jogador.. Qualquer questão que envolvesse o Marítimo, teria que ser tratada apenas e só com o Atlético Mineiro.

Para mim, isto só teria pernas para andar, na eventualidade de, como tu dizes, "um clube alegadamente fez a cabeça a um jogador", sem antes falar com ninguém. Ou seja, só se o FCP abordou o jogador e aliciou o jogador, antes de conversar com o detentor do passe é que eventualmente, poderia incorrer em algum tipo de castigo.. Mas para isso, é preciso que o Marítimo prove esses factos.

Volto a defender que isto não deve ter pernas para andar.. O Atlético Mineiro quer vender o jogador ao Porto, o Porto quer o jogador e o jogador quer o Porto, logo o Maritimo, mesmo que tivesse razão (o que não acredito), vai ter que lutar contra as outras três partes que estarão em acordo!
Spaceship a 2 de Setembro de 2010 às 15:25
Pois bem,
Isto é um caso apenas para ser discutido em tertulias... pois só nesses sítios se consegue descobrir fantasmas para justificar e esconder os próprios problemas.
Penso que tudo já foi dito, o FCP falou com o proprietário, de seguida como é evidente falou com o jogador e aguardou pelo acordo entre o proprietário do passe e o clube ao qual ele estava emprestado, acordo esse que falhou e como tal a transferência não se concretizou. Claro como a água!! Só para alucinados como o sr ika isto pode levantar qualquer dúvida.
Acrescento ainda dois pontos: 1º o aliciamente para ser considerado deve existir sem consentimento do clube proprietário, o que não aocnteceu; 2º isso deve ser no decorrer da época desportiva, o que no caso não foi.
Qualquer outra teoria que pretende tornar isto num caso é absurda!!
Termino salientado o facto de quando ainda ninguém tinha comentado este post, já o sr ika exaltado atacava adeptos de outro clube, e ainda o facto desilegante e insultuoso como se dirige a esse clube. APenas demonstra falta de razão e educação. Mas os factos ficam com quem os pratica...
AR a 2 de Setembro de 2010 às 15:39
O Sr. AR é absolutamente rídiculo e nem se dá ao trabalho de ler o que se escreve.

Eu não disse que o FCP fez o que quer que fosse, eu sempre disse, se aquilo que o Maritimo alega for verdade, poderá existir algum fundamento para a queixa ter provimento. Nunca disse que o Maritimo dizia a verdade e que o FCP mentia.

Disse algum fundamento, não disse que eles tinham toda a razão. Aliás disse desde o 1º momento que se existir processo, aceito qualquer das decisões que venham a ser tomadas.

O Martimo está a fazer uma intrepretação que se aceita dos regulamentos: "se existia um vinculo de empréstimo até 2011 é como se esse jogador fosse do Maritimo até 2011, logo até essa data nenhum clube português o podia aliciar".

Se isto continuar assim, vou recusar-me comentar post ou comentários do Sr. Ar, porque o Sr. Ar não lê o que eu escrevo.

O Sr. Joca, não concorda muitas vezes comigo, mas ao menos critica as posições que eu tomo e não outras tiradas da cabeça dele, como faz o Sr. Ar e consigo discutir com ele.

Veja se arrepia caminho.

p.s: Dizer que os portistas são arrogantes e choramingas é um facto e não um insulto

lmb a 2 de Setembro de 2010 às 15:48
Sr ika,
Não vou voltar a explicar o obvio. Existia contrato de emprétimo sem opção de compra, o FCP nada tem que falar com o maritimo.
De resto, mais ameaças?? primeiro sai do blog, e agora ameaça não comentar algumas coisas?? nada de novo...
Quanto aos insultos, eles existem quando fala de barracas e choraminguices... mas como disse, essas atitudes menores ficam com quem as pratica... esteja à vontade
AR a 2 de Setembro de 2010 às 16:05
Sr. Ar, ameaça, não é ameaça.
Eu não sou maluquinho para trocar impressões com uma pessoa que comenta coisas que eu não escrevo, que critica posições minhas e ao mesmo tempo elogia posições idênticas tomadas por outra pessoas, que diga que eu defendo coisas que quem lê não vê lá isso escrito nem directa nem indirectamente e por ai fora.

Medo de discutir não tenho, pois eu discuto com o Sr. Fred e o Sr. Joca de forma aberta e com dureza sem problemas. Mas eles ao menos criticam as minhas posições, e não outras.

Passe a ler o que se escreve com atenção e eu discuto consigo, se continuar com a mesma mania de ler coisas que eu não defendo e as criticar, fica a falar para as paredes.

Esta semana já o fez por 2 vezes.

As camisolas do FCP foram inspiradas nas barracas de matosinhos, As barracas que falo são as da praia. Riscas azuis e brancas na virtical. Não vejo onde isso ofende o que quer que seja. O sr. AR é absolutamente ridiculo.
lmb a 2 de Setembro de 2010 às 16:17
sr ika,
o que deve fazer é demonstrar que o que eu disse não é verdade: ainda ninguém tinha comentado, o seu comentari oé o 1º deste post, e já o sr se "atirava" ao FCP e seus adeptos, entre outras coisas a dizer que o mundo não girava à volta do FCP. A que propósito??? ataque gratuito??
Quanto ao resto, tenho o dierito de considerara que não há qualquer fundamento para este história, de criticar quem acha que tem (que neste espaço o sr é o único!!, apenas por isso me dirigi a si) da mesma forma que o sr tem o direito de considerar o contrário. Não consigo entender onde comentei algo que o sr não disse... mas pode sempre explicar-me..faça o favor
AR a 2 de Setembro de 2010 às 16:29
Como? Eu não digo Sr. AR

1º No caso do Hleb disses que eu defendi cegamente a direcção quando nunca me pronunciei sobre o assunto, apenas falei o porquê da opcção do jogador. Nunca disse se concordava ou não com a contratação do jogador.

2º Dizia que o Sr.Spaceship tinha uma posição de louvar e a minha era cega quando eu e ele defendemos que o Hleb foi para Inglaterra a pensar não só nesta época mas no futuro que em termos monetários seriam mais aliciantes, e que neste momento pouco lhe interessava jogar na Champions ou numa competição europeia.

3º Hoje diz que "Só para alucinados como o sr ika isto pode levantar qualquer dúvida" Ora eu não levantei qualquer dúvida, eu apenas relatei as posições do Martimo, e afirmei que a serem verdade pode existir caso.

Como vê o senhor não se dá ao trabalho de ler com calma. Tanto o Sr. Joca como o Sr. Spaceship perceberam o que eu escrevi. E disseram que mesmo a ser verdade o que o Maritimo não vêem fundamento. Limitaram-se a dizer que não concordam com a posição do Maritimo. Perceberam bem, que eu, limitei-me a expor os fundamentos do Maritimo, e afirmar que o raciocinio deles pode ter algum fundamento. Perceberam que nunca afirmei que o Maritimo tinha razão absoluta e que o FCP merecia o castigo. Perceberam que eu desde sempre disse que aceito qualquer das decisões. E sabe porque perceberam, porque sabem ler, com calma e perceber o que uma pessoa pretende dizer.
lmb a 2 de Setembro de 2010 às 16:46
Mas vamos recordar:

O meu 1º comentário ao Hleb: "O jogador Hleb optou por um campeonato bem mais interessante que o nosso. Em termos monetários as previsões futuras serão mais vantajosas se ficar no Birminghman do que se vier para Portugal. O jogador tem 29 anos, esteve no Barcelona onde ganhou tudo que tinha para ganhar, é normal que queira assegurar a reforma. Para um jogador que esteve no Barcelona, ir para um clube só para jogar a Champions parece-me curto. A nossa realidade é essa, não podemos oferecer ordenados milionários. O Helb fez o que outros fizeram, como o Bruno Alves, para melhor não vou e não, então que vá ganhar dinheiro e que vá para quem me der mais."

O Sr. Ar responde com isto: "A posição assumida neste caso pelo ika e spaceship demonstra bem a postura de cada um deles... um entende que foi positivo não ter vindo, e ia ser um erro estratégico da direcção. Outro vem logo defender de forma cega a direcção e tentar justificar a opção do jogador por um clube de terceira de forma absurda... enfim... são posturas"

Gostava que os restantes membros do blog me digam onde no meu comentário se vê qualquer defesa à direcção
lmb a 2 de Setembro de 2010 às 16:57
As camisolas do F.C.Porto foram inspiradas nas barracas da praia de Matosinhos?!
Gostava de saber onde é que obtiveste essa informação...:)
Joca a 2 de Setembro de 2010 às 16:32
Basta ires a qualquer praia da Matosinhos e vê-las vestidas à FCP.
Diz a lenda que as primeiras camisolas do FCP, nos inicios do FCP, foram feitas com as sobras dos panos das barracas.:)

lmb a 2 de Setembro de 2010 às 16:51
Este gajo é lindo! Fica ofendido quando se compara o padrão das camisolas de um determinado clube com o padrão das barracas da praia de Matosinhos, mas acha perfeitamente normal que fale (ou que os seus amigos falem) de outros clubes como sendo o clube do milhafre, o clube das galinhas, o zbordem, os lagartos, os lampiões, etecectra, etecectra.
Já o outro, gostava que me explicasse qual é a lenda que diz "... que as primeiras camisolas do FCP, nos inicios do FCP, foram feitas com as sobras dos panos das barracas...". Caso seja possível, gostava que me indicasse onde é que se pode consultar tal lenda!
Anónimo a 2 de Setembro de 2010 às 19:29
Neste caso não houve aliciamento nenhum, é ridiculo pensar--se o contrário. Aliciamento houve foi na transferência do Moutinho, ai sim, já que o próprio jogador foi dizer que "já tinha dado a palavra ao Porto" quando ainda tinha 3 anos de contracto.

Mas quando se lida com clubes amestrados tudo se torna mais fácil.
Bogalho a 2 de Setembro de 2010 às 15:55
Sr bogalho,
Deixe-me explicar-lhe uma coisa: não existe qualquer aliciamento nem aqui nem no caso do Moutinho, pois recordo-lhe que foi publica a clausula existente no contrato do moutinho que o permitia sair por um determinado montante, que o empresário do futebolista contactou o FCP sobre essa matéria, como também foi público que o FCP contactou a direcção do Sporting a confirmar essa clausula antes de oferecer contrato ao jogador. São factos públicos e nunca desmentidos por nenhuma das partes. Aliás, nunca existiu qualquer palavra de desagrado do porting para com o comportamento do FCP. Como tal, tudo limpinho, sen dúvias.
AR a 2 de Setembro de 2010 às 16:11
Eu sei que foi gralha....mas porting acho que é uma palavra que resume bem este caso.

Só uma coisa, eu não critico o Porto neste processo. Viram uma janela de oportunidade e aroveitaram-na. Muito bem.
O meu comentário baseia-se na conferência de imprensa da maçã podre, onde o sr que preside o sporting disse que o moutinho já tinha dado a palavra ao porto, por isso deduzi que os timings dos contactos não são bem como diz na sua resposta.
Bogalho a 2 de Setembro de 2010 às 19:27
Só para acabar com este assunto, o caro AR deve ter lido a entrevista que o presidente do seu clube á revista Única em Agosto onde diz e passo a citar:

"Um empresário disse que ele estava disponível por 10 milhões de euros. Falei com o treinador e ele disse que queria o jogador, Mandei uma mensagem ao João para saber se queria vir para o Porto. A resposta dele foi 'Já' "

Acho que não é preciso dizer mais nada...
Bogalho a 21 de Setembro de 2010 às 01:22

Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
15
18
19
20
23
25
26
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
ele é tudo o que disseram dele e muito mais....tiv...
eu estava a nascer mas nesse ano a unica coisa que...
Correctíssimo ao dizer página mais negra da nossa ...
Então por que foi irradiado o Calabote?
Grande cabrinha... uma pessoa humilde.. de um cora...
....sou benfiquista " desde pequenino", ouvi o rel...
Oferecido de empréstimo ao privadosEstou pronto pa...
Oferecido de empréstimo entre detalheSão detalhe n...
Calabote ter sido erradicado (pois se fosse irradi...
benfica é o lider como a aguea e ...
Posts mais comentados
54 comentários
39 comentários
32 comentários
30 comentários
28 comentários
26 comentários
blogs SAPO