Terça-feira, 07 DE Setembro 2010

                   

Para quem ainda não sabe, o CROMO do Cajuda ofereceu-se para o cargo de Seleccionador Nacional, através da sua página no Twitter.

Aqui ficam algumas das suas pérolas:

“Se a Seleção apostar no Cajuda, vai ser como sair a taluda!”;

“Esta Seleção só me dá mágoas... se eu lá estivesse...”.

Se dúvidas houvesse (e da minha parte, não havia), parece-me claro que esta figura está a necessitar de ajuda psiquiátrica.

Assim, deixo aqui um apelo aos médicos psiquiátricos portugueses...Haja aguém "Cajude" o Cajuda!!!

Como ele gosta de fazer trocadilhos com o seu nome, pareceu-me um bom grito de ajuda...

publicado por Joca às 14:18
Eheheh.. Eu simpatizo com ele.. Tem feito bons trabalhos por onde vai passando e é benfiquista.. ;)

Mas ainda ontem o jornal Ojogo avançava na sua página de internet nas notícias na hora com a possbilidade dele vir para a selecção. Tinha ainda as seguintes transcrições como sendo de autoria do Cajuda:

«Manuel Cajuda já comentou esta notícia, dizendo que, em antecipação a um “eventual interesse dos meios de comunicação social portugueses numa reacção minha a esta notícia, venho por este meio, declarar que não pretendo, nem agora nem no futuro próximo, fazer grandes declarações sobre a Selecção nacional e sobre as notícias que eventualmente me relacionem com a possibilidade de sucessão do professor Carlos Queiroz. Responderei, na altura certa, a notícias concretas”.
Cajuda, que diz ser “um sonho” poder vir a ocupar o cargo de treinador nacional, refere aidna que “fui acusado, injustamente, pelo actual seleccionador nacional de ter dançado sobre a sua campa, não vou dar a mínima oportunidade ao actual seleccionador nacional de se vitimizar, de novo, à minha custa”.»
Spaceship a 7 de Setembro de 2010 às 15:59
As transcrições de que falas foram declarações feitas através da sua assessoria de comunicação.
No twitter, foi mesmo ele.
Joca a 7 de Setembro de 2010 às 16:20
De acordo com o excerto do jornal, parecia que tinha sido mesmo ele a dizer, mas efectivamente a primeira frase é demasiado elaborada para ser da sua autoria!
Spaceship a 7 de Setembro de 2010 às 18:07
A Antena 1 (e a Antena 3 também), esta manhã anunciava que o Queiroz ia mesmo sair e que os mais fortes candidatos são Paulo Bento, Cajuda, Luis Aragonés, Arrigo Sachi e Scolari!!!!
Face a estes nomes, e tirando o Paulo Bento, o Cajuda até nem seria mau..
Spaceship a 8 de Setembro de 2010 às 09:23
Este sr é O CROMO!!
Entretanto, e embora pretenda escrever um post sobre o processo Queiroz, deixo desde já aqui a minha opinião. Mesmo coberto de razão e com apenas um tiro no pé, já não há condições para o prof Queiroz continuar como selecionador. Assim, paguem o que lhe devem e os srs da federação sejam homens para o demitir.
De seguida agurdo para ver o que aí bem. Mas conheço um pessoa que além dos nomes já falados querio o Manuel José... ou seja, nada de bom nos espera.
AR a 8 de Setembro de 2010 às 12:19
Eu já ouvi falar noutro nome...Humberto Coelho.
Joca a 8 de Setembro de 2010 às 12:54
O Cajuda é um cromo, o Queirós é um génio. Apesar de todas as peculiaridades, o Cajuda tem feito bons trabalhos. Não será um treinador de topo nem para a selecção nacional, mas também o Queirós não era e foi lá parar, obviamente para agradar à corte do Norte cansada de anos de depressão scolariana. Os resultados estão aí e é normal que temam pelos regressos de Humberto Coelho ou de Scolari, ou uma eventual entrada de Manuel José. São todos proscritos da dita corte. Os bons são os Oliveiras (euro 96 e mundial 2002), Artur Jorge (mundial 98) e Queirós (o que se vê). Comparado com o currículo dos abençoados o que são as meias-finais de Humberto e de Scolari e a final do euro 2004? ah, já sei, nestes casos exigia-se a vitória porque eram todos jogadores superfantásticos e o Porto do Mourinho e não sei quê.
Carrega a 8 de Setembro de 2010 às 13:55
Caro Carrega,

Não sei onde é que viu alguma coisa escrita por mim a criticar o trabalho do Humberto Coelho à frente da Selecção.
Para mim, o Euro 2000 foi, de entre as grandes competições que eu acompanhei, a prova em que Portugal melhor jogou.
Já que estamos a falar no Humberto Coelho, convém não esquecer que, desde que saiu da Selecção Portuguesa, treinou as Selecções da Marrocos (falhou o apuramento para o Mundial de 2002), Coreia do Sul (onde só aguentou 1 ano) e Tunísia (falhou o apuramento para o Mundial de 2010 - bastava um empate com Moçambique no último jogo para se apurar, mas conseguiu a "proeza" de perder o jogo) , sem qualquer sucesso.
Joca a 8 de Setembro de 2010 às 16:04
Joca,

o Humberto Coelho, quanto a mim, é apenas um treinador razoável. O que me parece é que foi corrido da selecção num desses processos em que a federação é pródiga. E isso é que é negativo. Já o Queirós regressou como um Dom Sebastião que nunca foi, amparado por Pinto da Costa. Também isto me parece negativo. Depois dos problemas de Scolari com o FCP era óbvio a intenção de não desagradar ao capo. Veio o Queirós. Parabéns a todos. Apesar de tudo isto, acho uma canalhice o que lhe estão a fazer, mas a porcaria de que ele falou há 17 anos nunca foi varrida, do que é que ele estava à espera? O problema é a federação escolher seleccionadores ao sabor do vento e para agradar a facções, sejam elas do sul ou do Norte. é triste que um homem competente como o Manuel José nunca venha a treinar a nossa selecção pelos motivos que todos sabemos, quando por lá passaram Oliveiras, Humbertos e Reis Artur (este numa fase em que não tinha condições para tal).
Carrega a 8 de Setembro de 2010 às 17:50
Por LFV:

Está bem identificado quem criou esta brincadeira toda [os casos em torno de Carlos Queiroz]. Estou a referir-me ao secretário de Estado [da Juventude e do Desporto, Laurentino Dias]. Foi ele que traçou este caminho, foi ele que inventou isto tudo, agora assuma as consequências”, disparou. “Os objectivos já estão conseguidos, eram nitidamente afastar Carlos Queiroz. É tão evidente...”, acusou o presidente dos “encarnados”.

Afinal o Carlos Queiroz não é só defendido pelos "gajos" do norte, este senhor foi um dos que apoiou o treinador desde o inicio... Portanto essa de este ter sido escolhido pelo norte é uma verdadeira falsidade....
Beautiful a 9 de Setembro de 2010 às 00:21
Beautiful,

a defesa de Carlos queirós por parte de LFV é sobretudo uma forma de atacar o secretário de Estado. E como bem sabe a maioria dos benfiquistas de início não percebeu bem a atitude de LFV em defesa de Queirós. Agora está explicada. Enquanto Scolari veio e atacou o Porto, Queirós veio e aninhou-se no colo de Pinto da Costa. Para mim, ambas as situações são más, com a única diferença dos resultados, óptimos os de Scolari, medíocres os de Queirós.
Carrega a 9 de Setembro de 2010 às 11:05
Carrega,
De acordo com o seu presidente, não são só os tipos do Norte que defendem o Queiroz... talvez esteja distraído.
E já agora, o Manuel José um treinador competente?? onde, só mesmo em África.
Enfim, haja paciencia
AR a 9 de Setembro de 2010 às 11:03
Mais uma vez: o facto de LFV vir defender Queirós não significa que a escolha de Queirós não fosse sobretudo uma solução para agradar a PC. É óbvio, até pelo que se viu e ouviu na entrevista de ontem, que mais do que a defesa do seleccionador o presidente do Benfica quis aproveitar esta novela para atacar o Secretário de Estado e a ADOP. Tanto é assim que os benfiquistas não percebiam pq é que o preseidente vinha em defesa de uma pessoa que não goza de grande simpatia na Luz e em Alvalade é (ou era) persona non grata. Enfim, não reconhecer isto é quase tão estúpido como negar que a estratégia de Scolari passou por uma hostilização do FCP, sabendo que isso lhe iria granjear o apoio da maior parte da CS e do povo.
Carrega a 9 de Setembro de 2010 às 11:11
Competentes são o Fernando Santos, o António Oliveira e o Adrianse, gente que saiu do Porto para se afirmar em campeonatos muito competitivos. O Manuel José não presta, claro. Se ele fosse um Faquirá, a fazer relatórios para a FCP, já era bom, como nunca se vergou ao capo, só é competente em África (onde, recordo, o competente Queirós também fracassou). Paciência é o que se precisa para aturar gente acéfala que se limita a dizer amén ao papa.
Carrega a 9 de Setembro de 2010 às 11:17
O Queiroz fracassou?!
É melhor informa-se antes de escrever!
O Queiroz classificou a África do Sul para o Mundial de 2002 e saiu depois, pelo seu próprio pé, devido às jogadas de bastidores que estavam sempre a acontecer.
Joca a 9 de Setembro de 2010 às 13:01
Uma eterna vítima, o Queirós. Mas se não fracassou, e fez um excelente trabalho que só forças ocultas puderam estragar, as palavras que o seu colega dedicou ao Manuel José servem para o Queirós: Competente? onde, só mesmo em África. Mas já não é o mesmo: enquanto de lá saiu pelo próprio pé, daqui diz que só sai morto.
Carrega a 9 de Setembro de 2010 às 13:30
A FPF reuniu após o Mundial e, pela voz do seu presidente, concluiu que Queiroz cumpriu os objectivos. Para mim, isso é muito longe de ter fracassado, mas enfim quando se arranjam as artimanhas e se jogam jogadas sujas para afastar o homem, pouco ou nada há a dizer!
Spaceship a 10 de Setembro de 2010 às 09:15
Pronto, o Queirós não fracassou chegando aos oitavos, já o Scolari tinha a obrigação de ser campeão da Europa e do Mundo. ok, tudo bem. Vamos pôr a questão de acordo com os objectivos do seleccionador que disse querer pôr a selecção a jogar bom futebol, ao contrário do que tinha acontecido nos últimos tempos de Scolari (concordo perfeitamente, Portugal andava a praticar um futebol miserável). Esse objectivo foi conseguido? Não. À excepção do jogo com a Dinamarca em casa Portugal não fez uma única grande exibição. A participação da selecção no mumdial só envergonha pela falta de ambição e de liderança do sr. Queirós, ajudado pela porcaria que ainda há na federação. Quanto aos resultados, ninguém honesto pode dizer que se esperava muito mais.
Finalmente, gostaria de dizer uma coisa: eu também concordo que Queirós seria a pessoa indicada para repensar a organização do nosso futebol de formação (aqui, ao contrário do que acontece no futebol AA, tem provas dadas). Obviamente teria de ser um trabalho a longo prazo e menos bem remunerado do que o de seleccionador nacional. Acontece que não se pode dar carta branca durante o tempo exigido para um projecto daquela dimensão e ao mesmo tempo ter o homem sujeito à pressão dos resultados dos AA. O seleccionador não tem que se preocupar com a organização do futebol jovem, tem de obter resultados. E quem estiver à frente do futebol jovem, com um projecto de longo prazo, não pode estar dependente de resultados imediatos. Este foi o grande erro: contratar o homem certo para "repensar" o futebol jovem e o homem errado para estar à frente de uma selecção. Infelizmente, os dois eram a mesma pessoa que agora foi despedida.
Carrega a 10 de Setembro de 2010 às 10:01
Se puderem vejam este video de um treino do Cajuda:
http://www.youtube.com/watch?v=qOZhDwlrQE0&feature=player_embedded#
Spaceship a 15 de Setembro de 2010 às 18:00

Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
15
18
19
20
23
25
26
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
ele é tudo o que disseram dele e muito mais....tiv...
eu estava a nascer mas nesse ano a unica coisa que...
Correctíssimo ao dizer página mais negra da nossa ...
Então por que foi irradiado o Calabote?
Grande cabrinha... uma pessoa humilde.. de um cora...
....sou benfiquista " desde pequenino", ouvi o rel...
Oferecido de empréstimo ao privadosEstou pronto pa...
Oferecido de empréstimo entre detalheSão detalhe n...
Calabote ter sido erradicado (pois se fosse irradi...
benfica é o lider como a aguea e ...
Posts mais comentados
54 comentários
39 comentários
32 comentários
30 comentários
28 comentários
26 comentários
blogs SAPO