Terça-feira, 06 DE Outubro 2009

 

O Benfica criou um fundo de investimento em passes de jogadores de futebol de 40 milhões de euros.
Denominado de "Benfica Stars Fund", este Fundo Especial de Investimento Mobiliário Fechado irá comprar passes de jogadores do plantel do clube da Luz, está registado e aprovado pela CMVM, será gerido pela ESAF, Espírito Santo Fundos de Investimento Mobiliário (do Grupo BES) e será transaccionado nos mercados secundários (provavelmente da Euronext).
O objecto principal do fundo consistirá no direito a participar em determinada percentagem nas receitas e potenciais mais valias decorrentes da eventual transferência de um conjunto de jogadores vinculados desportivamente ao Benfica.
Este fundo é constituído pelos seguintes futebolistas:
 

 
Jogador
% Adquirida pelo Fundo
Valor pago pelo Fundo
Avaliação para o Fundo
David Luiz
25%
4,5
18
Di Maria
20%
4,4
22
David Simão
25%
0,375
1,5
Javi Garcia
20%
3,4
17
Leandro Pimenta
25%
0,375
1,5
Miguel Vitor
25%
0,5
2
Nelson Oliveira
25%
2
8
Roderick Miranda
25%
2
8
Ruben Amorim
50%
1,5
3
Shaffer
40%
1,4
3,5
Urretaviscaya
20%
1,2
6
Yartey
25%
0,375
1,5

(valores em milhões de euros)

 

Principais notas sobre o “Benfica Stars Fund”:
  • 40 milhões de Euros é o capital inicial do “Benfica Stars Fund”, estando disponíveis 8 milhões de acções (unidades) destinadas a subscritores, tendo cada participação o valor de 5€, ajustados mensalmente consoante o valor líquido global do Fundo.
  • O Fundo não pode deter mais de 60% dos direitos económicos de cada atleta e a Benfica SAD terá sempre que deter 10% dos direitos de cada jogador.
  • Os jogadores elegíveis para fazerem parte do Fundo terão que ter entre 16 e 25 anos e o tempo de contrato a cumprir no clube nunca poderá ser inferior a 3 anos.
  • As percentagens dos passes adquiridos pelo Fundo ao Benfica, servem de referência para negócios futuros. Assim o Benfica fica obrigado a vender um jogador, sempre que a proposta seja igual ou superior ao valor de referência do Fundo.
  • Quando o Benfica receber uma proposta por um jogador, pode readquirir a percentagem do jogador alienada ao Fundo, pelo valor que lhe seria devido caso a proposta fosse aceite.
A grande questão que se coloca (e nem quero entrar pelos valores atribuídos aos jogadores) é qual a esperança de vida deste fundo e o que sucede ao investimento feito pelo fundo se um determinado jogador presente no fundo nunca for vendido!
 
Esta iniciativa não é nova, pois o primeiro fundo de jogadores portugueses, foi criado pela Orey Financial com jogadores do Sporting e com um valor de 2,5 milhões de euros. A Orey Financial ainda criou e geriu mais dois fundos, um do Porto e outro do Boavista. Hoje já nenhum existe, foram todos liquidados, o do Sporting em 2007 e o do Porto em 2008. Cumpre ainda referir que o Fundo do SCP chegou a valorizar 80% com a venda do Cristiano Ronaldo ao Man Utd e o do FCP atingiu uma rentabilidade de 37% após a vitória na Champions e as vendas de Deco, R. Carvalho, P. Ferreira e P. Mendes.
publicado por Spaceship às 17:32
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
17
19
20
21
24
25
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
eu estava a nascer mas nesse ano a unica coisa que...
Correctíssimo ao dizer página mais negra da nossa ...
Então por que foi irradiado o Calabote?
Grande cabrinha... uma pessoa humilde.. de um cora...
....sou benfiquista " desde pequenino", ouvi o rel...
Oferecido de empréstimo ao privadosEstou pronto pa...
Oferecido de empréstimo entre detalheSão detalhe n...
Calabote ter sido erradicado (pois se fosse irradi...
benfica é o lider como a aguea e ...
Posts mais comentados
54 comentários
39 comentários
32 comentários
30 comentários
28 comentários
26 comentários
blogs SAPO