Quinta-feira, 15 DE Outubro 2009

Pois bem,

 

Terminada a fase de qualificação, Portugal ainda terá de disputar um play off. Dadas as circunstâncias foi o mal menor. Espero que consiga eliminar o próximo adversário e que siga para o mundial.

No entanto, muitos já esperavam estar a esta hora a fazer a cama e desancar no Prof Queiroz (o que eu já ouvi sobre a nossa selecção desde que a N.S: do Caravachio partiu). Esses terão de aguardar mais um pouco...

No entanto, o selecionador já conseguir arranjar mais umas dores de cabeça que não existiam: não havia defesa esquerdo, agora temos 3 alternativas (Duda, Miguel Veloso e Peixoto), não havia trincos agora temos vários (Pepe, Pedro Mendes), não havia pontas de lança, agora temos 4 (Nuno Gomes, Hugo Almeida, Liedson e Edinho). Temos uma selecção de sub-23, e parece que os funcionários da selecção já não trabalham apenas 33 dias...por ano!!

Enfim, os tristes que se aguentem. Termino apenas lembrando aos mais esquecidos, que este apuramento não foi pior que o apuramento para o último europeu, onde também fomos 2º do grupo. Mas aí, o 2º lugar dava acesso directo.

 

Força Portugal!!

publicado por AR às 13:04

 

Meus caros,
 
Ontem foram anunciadas as contas do FCP. Um facto indesmentivel é que pelo 3º ano consecutivo apresentam lucro. Considero que  as contas que a FC Porto, Futebol SAD apresenta devem ser lidas muito para além do lucro do exercício e da acumulação de passivo. O mais significativo é que o lucro na casa dos cinco milhões de euros assenta em grande medida numa "performance" desportiva acima do expectável, o que fez crescer consideravelmente as receitas provenientes da Liga dos Campeões. Na verdade, embora haja nestas contas receitas do mercado de transferências, elas estão longe de reflectir todos os movimentos feitos e que se antevê poderem vir a ser feitos. Lembro que as vendas do Lisandro e do Cissocko não estão aqui refletidas, bem como 10M€ do Pepe para o Real, e 7M€ do Quaresma para o Inter. Desde logo chamo a atenção também para este aspecto. Os ignorantes que tantas vezes querem comentar o que não sabem, referem: onde estão os milhões das vendas dos jogadores, se isso não se vê nas contas?? Ora, esses deviam saber que não se compra um jogador, pelo menos os de qualidade como são os do FCP a pronto. Nem o Real faz isso, logo, esses muitos milhões são pagos em diversas tranches, razão pela qual não se poderia nunca reflectir nas contas do ano seguinte. Mas passando os ignorantes à frente.
Mas o FC Porto, para além destes resultados positivos, apresenta também resultados desportivos muito positivos. Aliás, essa é talvez a principal diferença entre o FC Porto e os seus principais rivais internos: a capacidade de apresentar resultados positivos tanto a nível financeiro como desportivo sem ter de fazer a difícil opção entre uns ou outros. Há quem aposte no equilíbrio financeiro, na contenção de despesas e na limitação dos gastos, hipotecando a competitividade imediata em nome de um projecto alegadamente de futuro, apesar de condicionado pelo passado (veja se o caso das Assembleias e afirmações dos responsáveis do Sporting). E há quem aposte tudo no investimento, no reforço da competitividade sem olhar a meios para atingir os fins que passam pelo sucesso desportivo imediato, mas com custos imprevisíveis a nível financeiro no futuro.  
Algures no meio, onde se diz que está a virtude, o FC Porto vai conseguindo apresentar resultados positivos a nível desportivo sem hipotecar o equilíbrio financeiro. Talvez seja possível fazer melhor, e não falta quem o reclame, mas ainda ninguém conseguiu mostrar exactamente como.

 

 

publicado por AR às 12:47

 


Sábado passado, final do dia, regresso de Frankfurt em direcção ao Porto, pela Lufthansa. A viagem, apesar de demasiado curta para conseguir dormir, foi suficiente para com dois jornais, colocar em dia os acontecimentos das últimas semanas no nosso pequeno país. Num deles, um sulista de carácter mais desportivo, dei por mim a reler uma crónica dos jogos portugueses da UEFA da semana antecedente. Do outro lado da coxia, um senhor dos seus 50 ou 60 anos, apercebe-se da minha leitura atenta e interroga-me curioso se eu era do Benfica. Antes que eu pudesse responder, ele confessa ser grego e adepto do AEK, pedindo-me logo desculpa pelo tom brincalhão da pergunta. Não resisti a tentar vestir a pele de um benfiquista, e tentar defender esse clube que tantas tristezas traz aos seus adeptos, e que no entanto, lhes confere uma resistência à troça e à desilusão deveras assombrosa.
- Sou sim – respondi – desde que me lembro de gostar de futebol.
- Quando é que isso foi?
- Creio que desde os meus 7 ou 8 anos… meados dos anos 80, portanto.
- Uiiii, é pena não ser mais velho.
- Porque diz isso? – perguntei.
- Porque o Benfica foi um histórico da Europa, no passado.
- Foi, não… é. A História não se apaga. – afirmei indignado.
- Não se apaga mas infelizmente é esquecida quando não é perpetuada.
- Não sei se posso concordar.
- Os portugueses têm essa tendência de se porem em bicos de pés sobre os manuais de História. Perdem demasiado tempo a reclamar a glória de feitos antigos, e por vezes esquecem-se que as últimas gerações que o mundo eu viu nascer já não os reconhecem com a notoriedade de outrora – afirmou com um ar sério.
- Está provavelmente a fazer uma analogia com os Descobrimentos, mas não concordo com esse raciocínio.
- Porquê?
- Porque a história do Benfica é muito mais recente, e de certa forma, mais relevante que os próprios Descobrimentos – respondi sem medir as palavras e sem grande convicção.
- Acha mesmo que meia dúzia de anos dourados sob o manto da ditadura são comparáveis com a História portuguesa?

Reconheci naquele momento, que estava perante alguém conhecedor da nossa cultura, mas não dei parte fraca.
- Não fui eu que misturei os temas - disse -  Acho-os ambos importantes, nos respectivos cenários. E não me parece correcta a observação da ditadura.
- Mas Portugal não teve um regime ditatorial até 1974?
- Teve.
- E o que é que o Benfica ganhou de relevante desde então?
Hesitei. Ele voltou à carga:
- E o que é que a História do Benfica lhe trouxe que se possa orgulhar hoje?
- Ganhamos duas Taças dos Campeões Europeus…
- Tal como o Notingham Forest, e isso não fez dele um “Histórico”. – interrompeu ele.
- Somos o clube com mais campeonatos internamente, temos mais de 6 milhões de sócios só em Portugal e entramos para o Guiness como o clube com mais sócios do mundo! – exclamei orgulhoso.
- Isso é bom. – respondeu ele num tom algures entre o sarcástico e o enfadado.
Voltei à carga:
- E o nosso presidente tem um plano para sermos iguais ao Real Madrid, a curto prazo.
- Ahhhh… é novo no clube, esse presidente?
- Não é bem. Já está na presidência há quase 10 anos.
- Humm, e o que é que o clube ganhou com ele?
- Ehhhh, 1 campeonato e, salvo erro, 1 ou 2 taças de Portugal. Mas, este ano, já ganhamos vários torneios na pré-temporada, incluindo o famoso torneio de Amesterdão.
- Humm. – titubeou ele, com um olhar de incrédulo do que eu acabara de dizer.
- E contratamos o Jorge Jesus, que é o melhor treinador português, e que estava no Sporting de Braga.
- A sério! Melhor que o Mourinho? – perguntou, admirado.
- É diferente... melhor ao seu estilo.
- Não estou certo de ter ouvido falar nele. Mas a avaliar pelo jogo como AEK, não está a fazer um grande trabalho…
- Errado. Isso foi um deslize… este ano temos equipa para ganhar tudo! A própria comunicação social é peremptória em afirmar que só um desastre nos tirará a glória.
- Sim, a verdade é que melhoraram um pouco em relação ao ano anterior… pelo menos nos jogos contra nós. Deduzo portanto que estejam destacados na frente do campeonato, certo?
- Ainda não. Estamos em 2ºlugar, atrás do Braga.
- O mesmo Braga onde foram buscar o vosso treinador?!?!
- Ehhhh, sim… mas vamos à frente do Porto.
- O eterno bicho papão. – senti um natural orgulho, mas disfarcei imediatamente:
- Para eles é mais fácil porque compram os árbitros. Estão envolvidos num sem número de escândalos.
- Mas já foram condenados em algum?
- Ainda não, mas apenas por incapacidade da nossa Justiça. É uma questão de tempo. – assegurei.
- E esses escândalos, envolvem também jogos internacionais?
- Que eu saiba não.
- E então como justifica as vitórias recentes na UEFA e na Champions? Não seria natural que também fossem melhores internamente? Afinal de contas, os restantes clubes portugueses já começam a ser conhecidos como os “bombos” da Europa.
- Não é bem assim. Ainda recentemente fomos aos ¼ de final da Champions após eliminar o campeão em título, o Liverpool.
- Sim, acho que me lembro.
- Eu também. Parece que foi ontem que assisti a esse jogo. – disse com ar nostálgico.
- E antes disso, lembra-se de ter assistido a outro feito memorável do seu “Histórico” clube?
Fiquei pensativo outra vez, mas não desarmei.
- Fomos a uma final da Taça dos Campeões no início dos anos 90.
- Mas isso foi muito antes! Estiveram lá à custa de um roubo de igreja e ainda por cima perderam esse jogo!!!
Fiquei sem resposta e tentei fazer contas de cabeça aos anos que passaram.
- Que idade é que disse que tem? – perguntou, interrompendo o meu raciocínio.
- Não cheguei a dizer… tenho quase 30 anos. – respondi, sem entender o porquê da pergunta.
Ele voltou a colocar os óculos de leitura, ligou o foco imediatamente por cima, recostou-se para trás no assento, e suspirou:
- Bem, realmente é uma pena não ser mais velho!

 

publicado por fred às 00:06
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
17
19
20
21
24
25
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
eu estava a nascer mas nesse ano a unica coisa que...
Correctíssimo ao dizer página mais negra da nossa ...
Então por que foi irradiado o Calabote?
Grande cabrinha... uma pessoa humilde.. de um cora...
....sou benfiquista " desde pequenino", ouvi o rel...
Oferecido de empréstimo ao privadosEstou pronto pa...
Oferecido de empréstimo entre detalheSão detalhe n...
Calabote ter sido erradicado (pois se fosse irradi...
benfica é o lider como a aguea e ...
Posts mais comentados
54 comentários
39 comentários
32 comentários
30 comentários
28 comentários
26 comentários
blogs SAPO