Terça-feira, 31 DE Agosto 2010

Meus Caros,

Os números se por um lado são sempre discutíveis, por outro, ajudam a sustentar factos que alguns tentam esconder, ou simplesmente não querem ver.

O facto é que o FC Porto conta por vitórias todos os jogos desde que o Hulk regressou à acção após o castigo da Luz.
Hulk é o super-herói do futebol real. Um jogador que faz verdadeiramente das desfeitas da vida forças. Senão, vejamos: marcou agora cinco golos em apenas dois desafios - Genk e Rio Ave -, no regresso do Brasil, onde se deslocou para participar nas cerimónias fúnebres da sua sobrinha, vítima de um trágico acidente doméstico; e o FC Porto conta por vitórias todos os jogos desde que lhe foi levantada a pena do célebre e controverso castigo do túnel da Luz, num total de 16 partidas.

Não levará só por si Hulk a equipa às costas, mas estica-a no campo, rasga-lhe diferentes caminhos para a baliza do adversário e abre-lhe novos horizontes como nenhum outro. Bem tinha razão Jesualdo Ferreira quando dizia, e não só ele..., que com Hulk teria sido tudo diferente no seu último consulado no dragão. Aliás, acrescento, muito diferente, a ter como exemplo as suas performances e a forte influência no jogo, sobretudo, nos desfechos do onze portista. É que o brasileiro desapareceu de cena no final de Dezembro de 2009, no clássico com o Benfica, e só reapareceu três meses volvidos, 19 jogos depois, a 28 de Março, no Estádio do Restelo, na 24.ª jornada do campeonato, onde o FC Porto venceu por categóricos 3-0 e Hulk apontou um dos golos, para selar bem o seu regresso ao activo e marcar território.

Sei que os mais invejosos diziam e continuarão a dizer que ele é fraco, e continuam a arranjar argumentos para tentarem esconder o que poderia ter sido o ano passado. Mas os números não os ajudam nada.
Até breve,

publicado por AR às 14:02

A primeira equipa a entrar em campo foi o Benfica, num jogo que tradicionalmente costuma ser fácil, em casa contra o Setúbal. Tudo parecia começar em grande, Roberto no banco e na primeira jogada de ataque, Cardozo marca! Aos 4 minutos, melhor seria difícil de imaginar.. Mas eis que aos 20mn, Maxi faz um atraso assassino e Júlio César (tenho a sensação que é completamente burro e que deviam investigar o QI dele), não consegue controlar nem aliviar a bola e acaba por fazer penalty e ser expulso. Vislumbrou-se terror na cara dos adeptos com Roberto a ter que entrar.. Mas de besta a bestial foram apenas alguns segundos, os que bastaram para defender o penalty de Hugo Leal e manter a baliza inviolável até ao fim (é verdade que também nunca foi posto verdadeiramente à prova). Em cima do intervalo, Luisão aumentou a vantagem e poucos minutos depois do reatamento, Aimar selou o 3-0 final!

 

Seguiu-se o Braga que recebeu o Marítimo. Num jogo em que se notou algum cansaço em ambas as equipas, foram mais fortes os guerreiros do Minho, que foram os que mais atacaram e os que mais procuraram o golo e a vitória. Foram premiados mesmo em cima do intervalo com um golaço do seu defesa direito, Silvio (merecidamente chamado à selecção nessa noite). Os insulares começaram a época bem cedo devido à participação na taça Europa, e embora tenham começado com 4 vitórias (uma delas por 8-2), seguiram-se 5 derrotas! O afastamento europeu e o último lugar com zero pontos, podem ser cruciais para o treinador..


Nessa noite, o FCP viajou a Vila do Conde para defender o primeiro lugar. Com um Hulk em óptimo momento de forma, ganhou inequivocamente por 2-0. No entanto, não me pareceu tão fácil como os números aparentam. Desde logo, aos 22 mn, no lance do primeiro golo, há fora de jogo de Falcao.. Embora digam que ele não interfere na jogada, eu não concordo porque ele está mesmo na frente do redes e cai em cima dele mal a bola passa.. Pouco depois, aos 39 mn, Alvaro Pereira comete um penalty que não é assinalado. Já na segunda parte, aos 65 mn, Hulk volta a marcar e a fechar o marcador. Obviamente que o Porto foi a única equipa a merecer ganhar este jogo, isso nem está em questão, a forma como o conseguiu é que pode não ter sido a mais justa..

 

Finalmente, na segunda-feira, o SCP, moralizado pelas vitórias frente ao Marítimo e ao Brondby, viajou à Figueira da Foz para jogar com uma Naval que tinha dado muito trabalho ao FCP e que depois tinha ido ao Algarve ganhar ao Portimonense. Mas este jogo foi bem diferente.. O SCP não deu grandes hipóteses à Naval para que jogasse e foi conseguindo aqui e ali furar a barreira defensiva dos da casa. À meia hora, uma bola na barra, Em cima do intervalo, Liedson em posição irregular corre para uma bola, a que um colega chega primeiro e passa-lhe para fazer o primeiro golo. No reatamento, é mal assinalado um penalty para Matias fazer o segundo. Depois deixa de haver história.. Djaló faz mais um e a Naval faz o tento de honra.

 

Uma palavra para Toscano, um brasileiro que chegou esta semana ao Guimarães e fez três golos ao Nacional e ainda teve mais dois ou três bons remates a que Bracali correspondeu com boas defesas! A ver a sua evolução!

publicado por Spaceship às 09:15
Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
14
15
18
21
22
28
29
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
ele é tudo o que disseram dele e muito mais....tiv...
eu estava a nascer mas nesse ano a unica coisa que...
Correctíssimo ao dizer página mais negra da nossa ...
Então por que foi irradiado o Calabote?
Grande cabrinha... uma pessoa humilde.. de um cora...
....sou benfiquista " desde pequenino", ouvi o rel...
Oferecido de empréstimo ao privadosEstou pronto pa...
Oferecido de empréstimo entre detalheSão detalhe n...
Calabote ter sido erradicado (pois se fosse irradi...
benfica é o lider como a aguea e ...
Posts mais comentados
54 comentários
39 comentários
32 comentários
30 comentários
28 comentários
26 comentários
blogs SAPO