Terça-feira, 21 DE Setembro 2010

Continua em grande a carreira de Filipão! Junto notícia do jornal Ojogo http://www.ojogo.pt/Directo/NoticiaHora_futbraarbitroinsultadoscolari_200910_292845.asp

 

«Depois de ter sido expulso da partida entre Palmeiras e São Paulo, Luiz Felipe Scolari é acusado de ter insultado o àrbitro da partida, José Henrique de Carvalho.

O juiz do encontro referiu, no relatório de jogo ao qual a imprensa brasileira teve acesso, quais as palavras utilizadas por Scolari, referindo que o técnico já havia sido advertido pelo assistente, tendo demorado quatro minutos a abandonar o campo depois de ter sido expulso.

José Henrique de Carvalho descreve que “aos 23 minutos do primeiro tempo, fui informado pelo assistente nº 1, Sr. Emerson Augusto de Carvalho, que o Sr. Felipe Scolari, treinador do Palmeiras, preferiu-me as seguintes palavras: “Árbitro de m****, não consegue colocar a barreira no lugar”. De imediato o expulsei”.»

 

Ah.. Para não variar, o Palmeiras perdeu, desta feita por 0-2.

publicado por Spaceship às 16:16

Após os jogos europeus, os grandes jogos desta jornada apenas aconteceram no domingo e na segunda-feira.

A primeira equipa a entrar em campo foi o Braga que se deslocou à capital do móvel. O jogo começou quase com o golo de Moises na sequência de um canto. Perto da primeira meia hora, um rude golpe para os bracarenses que viram o outro central, Rodriguez, lesionar-se. O jogo foi bastante equilibrado e, ao intervalo, a vitória do Braga devia-se apenas ao facto de ter sido mais eficaz que o Paços. Pouco depois dos 10mn da segunda parte, Luis Aguiar tem uma bela iniciativa coroada com o segundo golo. A equipa bracarense relaxou e entregou a iniciativa do jogo ao adversário. A 20mn do fim, o lateral Baiano reduziu para 2-1 e já nos descontos o central Cohene selou o empate. O resultado acabou por ser justo pelo que se passou no campo e penalizou o adormecimento e cansaço final do Braga.

Pouco depois, iniciou-se o clássico na Luz entre o Benfica e o Sporting, com a vitória a sorrir à equipa da casa. Num jogo sem casos, sem polémicas e sem influência da arbitragem, o Benfica foi superior e ganhou com mérito. O primeiro remate do jogo até foi do Sporting (o único na primeira parte), logo aos 4mn por Valdez, mas ao lado. Na resposta, aos 5mn, Cardozo acertou no poste. Perto do primeiro quarto de hora e após um pontapé de Canto, Luisão cabeceia, a bola bate num adversário e sobra para Cardozo que inaugura o marcador. Á meia hora, há grande intervenção de Patrício a sair-se aos pés de Saviola e, embora o Benfica domine e o Sporting nem se aproxime da área do Benfica, pouco mais há a assinalar até ao intervalo. No reatamento, novo golo de Cardozo após lançamento de Roberto, triangulação rápida entre Cardozo e Saviola com o paraguaio a rematar em arco com Patrício ainda a tocar, mas sem conseguir desviar. Pouco depois, nova intervenção de Patrício aos pés de Coentrão a impedir o terceiro. Após isto e perto da hora de jogo, Liedson foge aos centrais e perante a saída de Roberto remata a rasar o poste, foi a melhor oportunidade do Sporting. Até ao fim, salientam-se dois remates de longe de Postiga e Maniche que Roberto defendeu, um chapéu de Cardozo a sair ao lado e um cabeceamento do mesmo Cardozo a rasar a trave. Mesmo sobre o final cabeceamento de Liedson e defesa aparatosa de Roberto.

Finalmente, na segunda-feira, o Porto foi à Madeira defrontar o Nacional e pela segunda vez consecutiva a jogar fora de casa, ficou por marcar um penalty claríssimo contra o Porto! Se é verdade que o Porto dominou completamente o jogo e ganhou categoricamente por 2-0, só não ganhando por mais porque Bracaly voltou a fazer uma grande exibição, também é verdade que caso tivesse sido assinalado um penalty com o resultado ainda em 1-0, tudo poderia ser diferente. De qualquer modo, mais uma vez, o árbitro não viu o lance e/ou não marcou nada. Para a história fica o primeiro golo (auto-golo de João Aurélio) aos 20mn (curiosamente na marcação de um livre após mão do mesmo João Aurélio fora da área – aqui o árbitro viu e marcou). Poucos minutos depois surgiu o lance na área portista em que nada foi assinalado e quase sobre o intervalo, penalty assinalado para o Porto por agarrão a Varela, mas Falcao meteu a bola no poste. No segundo tempo, o Porto dilata a vantagem após golo de Varela e até ao fim desperdiçou mais umas quantas oportunidades. Vitória da melhor equipa em campo, que volta a ser ofuscada pela não marcação de um penalty contra ainda na primeira parte e com o resultado ainda em discussão, pela segunda vez consecutiva em jogos fora, fica novamente um “e se…”

Uma nota final ainda para Addy que conseguiu a proeza de voltar a ser expulso, é a segunda vez em 5 jornadas (ou em 4 jogos, visto que cumpriu castigo na segunda jornada).

publicado por Spaceship às 09:49
Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
15
18
19
20
23
25
26
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
eu estava a nascer mas nesse ano a unica coisa que...
Correctíssimo ao dizer página mais negra da nossa ...
Então por que foi irradiado o Calabote?
Grande cabrinha... uma pessoa humilde.. de um cora...
....sou benfiquista " desde pequenino", ouvi o rel...
Oferecido de empréstimo ao privadosEstou pronto pa...
Oferecido de empréstimo entre detalheSão detalhe n...
Calabote ter sido erradicado (pois se fosse irradi...
benfica é o lider como a aguea e ...
Posts mais comentados
54 comentários
39 comentários
32 comentários
30 comentários
28 comentários
26 comentários
blogs SAPO