Terça-feira, 07 DE Dezembro 2010

A 13ª jornada iniciou-se na sexta-feira com o Benfica – Olhanense. O jogo teve uma primeira parte relativamente equilibrada, com o Olhanense a criar duas boas oportunidades de golo em lances de bola parada aos quais Roberto se opôs muito bem! O Benfica também criou as suas oportunidades e conseguiu chegar aos 42” graças a um cabeceamento de Cardozo, que Moretto defendeu e que depois deixou escapar para dentro da baliza. Moretto conseguiu a maior ovação na Luz! Nunca tinha sido tão aplaudido na Luz! No reatamento, Paulo Sérgio introduziu a bola na baliza do Benfica, mas o lance foi prontamente (bem) anulado por fora-de-jogo que só é perceptível nas repetições. Após esse lance, toda a segunda parte foi do Benfica que criou inúmeras oportunidades de golo, muitas delas defendidas por Moretto. Até que aos 80” e no seguimento de um canto, Saviola faz o 2-0 final. Vitória justa e merecida.

 

No sábado à tarde, o Braga deslocou-se a Leiria e até parecia que tudo corria bem aos bracarenses e que estes iam conseguir a sua primeira vitória fora de casa quando Matheus inaugurou o marcador aos 5”. O Braga ia dominado o jogo até que aos 15” Elderson se lesionou e entrou Miguel Garcia para o seu lugar. Na sua primeira intervenção, albarruou um adversário que ia isolado na área e é expulso. Carlão converteu o penalty e empatou o jogo aos 19”. Pouco depois, e com o Braga ainda a recompor-se, Carlão tem um bom trabalho à ponta-de-lança e faz um novo golo aos 25”. O jogo voltou a equilibrar-se até aos 83”, altura em que sem se perceber porquê, Matheus parece perder a cabeça e tenta agredir um adversário, vendo o vermelho directo. Já em cima do fim do jogo, parece haver um empurrão na área do Leiria a Élton em que o árbitro nada assinala e no seguimento do lance, Rodriguez empurra um adversário na sua área e é marcado penalty Mossoró no banco protesta e é expulso, enquanto Silas converte e fixa o resultado em 3-1. Muito penalizador para o Braga que perde por culpa dos seus jogadores.

 

No domingo à noite, o Sporting foi a Portimão e assistiu-se a uma boa primeira parte. O jogo teve boas oportunidades para ambos os lados, até que aos 22” e após vários remates de jogadores do Sporting defendidos para a frente pelo redes e/ou cortados pelos defesas, a bola sobra para Postiga que inaugurou o marcador. O jogo continuou equilibrado e aumentou de emoção quando o Portimonense empatou aos 38”. Mas o Sporting teve uma resposta muito boa e encostou o adversário à baliza. Maniche aos 43” e André Santos aos 45” conseguiram repor a vantagem para o Sporting. A segunda parte foi bem mais lenta, com o Sporting a gerir a vantagem e à espera do apito final. Uma vitória justa e incontestada. Uma nota apenas para o facto de o Portimonense ter tido que alugar geradores devido aos problemas de fornecimento de electricidade ao estádio e de aparentemente ter tido um custo bem superior às receitas que conseguiu ao receber um dos grandes!

 

Finalmente na segunda-feira à noite, o Porto recebeu o Setúbal. Os visitante fizeram uma primeira parte deplorável com quase 10 homens atrás da linha da bola e sem quase atacarem. O Porto a jogar devagar foi criando várias oportunidades e só não marcou porque Diego fez 4 ou 5 defesas espectaculares e ainda viu um livre embater na barra. Já em cima do intervalo apareceu o protagonista do jogo.. Elmano Santos vê uma falta de Collin sobre Falcao na área que não é perceptível na televisão.. Tem que lhe ser dado o beneficio da dúvida, embora o defesa francês do Setubal tenha dito que Falcao lhe confessara que não tinha havido nada. Hulk converteu o penalty para 1-0. Na segunda parte, o Porto entrou ainda pior e a jogar bem menos que na 1ª parte e o Setúbal resolveu atacar e começou a colocar mais atacantes e a fazer remates. Mesmo sobre o final do jogo, Elmano volta a ver uma falta de Fucile na área, mas poupa o uruguaio a mais uma expulsão, dando o amarelo a Otamendi. O jogador do Setúbal correu para a bola e meteu-a dentro da baliza, o arbitro mandou repetir, aparentemente por não ter apitado para ser marcado (mas não podia ter interrompido mal viu o jogador a correr, foi preciso ver o que acontecia?), na repetição, a bola foi por cima. Resultado final, 1-0 num pobríssimo jogo que castiga a postura defensiva do Setúbal na 1ª parte.

 

Nota final para o facto das equipas da Madeira, Marítimo e Nacional não terem jogado os seus jogos devido ao mau tempo que impediu que o Marítimo viajasse para Coimbra, já o Nacional – Naval não se jogou no domingo devido ao mau tempo, iniciou-se na segunda-feira à tarde, durante o intervalo foi interrompido durante mais de meia hora, recomeçou, mas só se jogaram 7”.. Hoje jogam o resto.. O Marítimo joga no próximo feriado!

publicado por Spaceship às 09:29
Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
15
16
18
20
22
23
24
25
26
27
28
29
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
eu estava a nascer mas nesse ano a unica coisa que...
Correctíssimo ao dizer página mais negra da nossa ...
Então por que foi irradiado o Calabote?
Grande cabrinha... uma pessoa humilde.. de um cora...
....sou benfiquista " desde pequenino", ouvi o rel...
Oferecido de empréstimo ao privadosEstou pronto pa...
Oferecido de empréstimo entre detalheSão detalhe n...
Calabote ter sido erradicado (pois se fosse irradi...
benfica é o lider como a aguea e ...
Posts mais comentados
54 comentários
39 comentários
32 comentários
30 comentários
28 comentários
26 comentários
blogs SAPO