Segunda-feira, 31 DE Janeiro 2011

Antes de mais, importa salientar o facto de mais uma vez as regras desta competição terem mudado de modo a facilitar a vida aos principais clubes.

 

Antes – Havia 3 grupos, em que passavam os 3 primeiros e o melhor segundo.

Agora – Há 4 grupos em que passam apenas os primeiros.

 

Porque alteraram? Porque num Grupo ficava o primeiro e o sexto classificado do ano anterior, mais duas equipas sorteadas, noutro Grupo ficava o segundo e o quinto classificado do ano anterior, mais duas equipas sorteadas e no outro ficava o terceiro e o quarto classificado do ano anterior, mais duas equipas sorteadas. Assim, Porto (3º) e Sporting (4º) ficavam no mesmo Grupo. Alteraram as regras de modo a que os 4 primeiros encabeçassem cada um dos Grupos, logo um grande em cada Grupo, e as restantes equipas foram sorteadas. Deste modo obtivemos os seguintes grupos:

 

Grupo A – Nacional (9), Porto (4), Gil Vicente (4) e Beira-Mar (0).

Grupo B – Benfica (9), Marítimo (6), Aves (3) e Olhanense (0).

Grupo C – Paços de Ferreira (9), Braga (6), Guimarães (3) e Arouca (0).

Grupo D – Sporting (6), Estoril (4), Naval (4) e Penafiel (3).

 

Os principais clubes voltaram a menosprezar esta competição apresentado essencialmente equipas com jogadores habitualmente suplentes e pouco utilizados. Tal acabou por se reflectir na eliminação do Porto e do Braga, e na última derrota do Sporting frente ao secundário Estoril.

Chamo a vossa atenção para o facto de, ao contrário do que sucedeu há dois anos, em que o Porto usou muitos juniores, este ano, nenhum dos grandes lançou jovens nesta competição. Pouparam a grande generalidade dos titulares, mas aproveitaram para rodar os jogadores menos utilizados do plantel principal (incluindo terceiros guarda-redes e jogadores que poucas vezes costumam ser convocados).

 

Vamos ter nas meias-finais Benfica – Sporting e Nacional – Paços. Será que para o ano voltaremos a ter mexidas nos regulamentos desta competição?

publicado por Spaceship às 14:42

Meus Caros,

 

Já aqui tenho referido por diversas vezes que o slb ainda tem alguns resquícios de (maus) hábitos do antigo regime. Em especial a chamada propaganda motivacional do povo!!

O treinador do Benfica falou, no final da partida com o Desportivo das Aves, de «um Benfica em alta», dizendo que a sua equipa conseguiu a «13.ª vitória consecutiva». Ora, isso é MENTIRA!!

Na verdade, tem 13 vitórias seguidas mas apenas em Portugal, pois pelo meio perdeu com os colossos europeus, Hapoel e Schalke. Assim, isto é apenas mais uma página da tal propaganda da vergonha.

 

Até breve

Domingo, 30 DE Janeiro 2011

https://1.bp.blogspot.com/_Mz7ULWFMaO8/SK7mML34A1I/AAAAAAAAAa8/2LcaVkk7u8c/s400/vinha.jpg

Na passada 6.ª feira, passei ao lado desta mítica figura do futebol português.

Jogou apenas uma época no F.C.Porto (1993/1994), marcando 4 golos em 16 jogos.

Curiosamente, metade dos golos que marcou pelo F.C.Porto foram contra o benfica.

Lembro-me perfeitamente de um deles...foi na 1.ª jornada do Campeonato e o resultado foi 3 -3 (pelo F.C.Porto, marcaram Vinha e Paulo Pereira -2-, enquanto que pelo benfica marcaram, sem certezas, Isaías -2- e Rui Águas).

publicado por Joca às 17:34
Sexta-feira, 28 DE Janeiro 2011

Meus Caros,

Li um texto bem interessante que resolvi partilhar. É do jornalista Jorge Maia e relativo à analise que é feita aos penaltis de cada uma das equipas, na prespectiva de cada adepto. Aqui fica:

"Os penáltis são mais ou menos como o dinheiro: Quem tem muitos, nunca os acha importantes, raramente fala deles e é capaz de jurar a pés juntos que não trazem a felicidade; em contrapartida, quem não os tem ou tem poucos, não consegue falar de outra coisa, garante que fazem toda a diferença e aposta que os outros não conseguiam viver sem eles. Houve quem se tivesse queixado dos penáltis marcados a favor do FC Porto, dando-lhes uma importância enorme e responsabilizando-os pela diferença que já é de onze pontos para o Benfica no campeonato, esquecendo deliberadamente os golos mal sofridos por Roberto no início do campeonato ou a falta que fizeram Di María e Ramires. Ora, nem de propósito, as mesmas pessoas fizeram questão de relativizar a importância dos três penáltis favoráveis ao Benfica na meia-final da Taça de Portugal com o Rio Ave. Lá está, como diria a minha avó, a grande penalidade da vizinha é muito mais gorda do que a minha."

Até breve

Quarta-feira, 26 DE Janeiro 2011

Por ocasião do duplo confronto com o Herta de Berlim nos 1/16 da Taça Europa a 18 e 23 de Fevereiro de 2010, o SLB antecipou o jogo fora com a União de Leiria referente à 20ª jornada de dia 21 de Fevereiro para dia 3 do mesmo mês (calhou ficar entre a 17ª e a 18ª jornada).

Tenho uma vaga ideia de alguns dos meus amigos terem tecido críticas a tal procedimento porque servia para criar pressão no Braga, servia para limpar um castigo de um jogador castigado na jornada anterior (embora o acordo para a antecipação do jogo tenha ocorrido antes de qualquer castigo ser conhecido), enfim.. na altura foi uma pouca vergonha!

Um ano depois, e devido ao duplo confronto com o Sevilha nos 1/16 da Taça Europa a 17 e 23 de Fevereiro de 2011, o FCP antecipou o jogo em casa com o Nacional da Madeira referente à 20ª jornada de dia 20 de Fevereiro para dia 26 de Janeiro (calhou ficar entre a 17ª e a 3ª jornada da Taça da Liga).

Gostaria de saber se, passado um ano e alterando os clubes em questão, as opiniões sobre esta pouca vergonha se mantêm..

publicado por Spaceship às 17:11
Venho por esta via deixar aqui um abraço de parabéns a alguém pelo qual nutro enorme respeito, ao Sr. Spaceship. Os meus parabéns! Aproveito ainda para deixar aqui os meus parabéns atrasados, ao Rei Eusébio que ontem fez anos!
publicado por lmb às 10:43
Terça-feira, 25 DE Janeiro 2011

O Braga foi o primeiro a entrar em campo ao receber o Vitória de Setúbal e em menos de 20” já estava em posição muito delicada e encontrava-se a perder por 2-0 (golos de Djikiné e Pitbull aos 16” e 17”). Reagiu apenas na segunda parte com Helder Barbosa a reduzir aos 55” e Guilherme a empatar aos 72” num belo golo de fora da área. Pelo meio, Ney viu dois amarelos em menos de 10” e foi para a rua. Mais uma escorregadela do Braga que continua num lugar sem acesso à Europa.

 

Seguiu-se o Porto a visitar Aveiro. O Porto começou bem o jogo e mandou nos acontecimentos durante os 90 minutos, permitindo muito poucas oportunidades ao Beira-Mar e teve várias oportunidades claras para marcar. No entanto, nenhuma das oportunidades foi convertida e o golo solitário da vitória acabou por surgir na conversão de uma grande penalidade algo duvidosa.. aos 35” Hulk cai na área e o árbitro assinala grande penalidade, pelas repetições dá para ver que embora haja um toque em Hulk, este já vai em queda antes do toque. De qualquer maneira, para a história ficam mais 3 pontos para o Porto e mais um golo para a contabilidade pessoal do melhor marcador (e jogador) da Liga. Pelo que se viu no relvado, a vitória do Porto é justa, sendo curta para a diferença entre as equipas que se viu no campo, pena é que possa ficar manchada pela forma como foi conseguida (à semelhança do sucedido na semana passada pelo Benfica frente à Académica).

 

Ainda nesse dia, assistiu-se ao Benfica – Nacional. O Nacional até entrou melhor, mas o Benfica na primeira vez que chega à baliza, marca por Gaitan aos 8”. A partir daqui só deu Benfica e houve várias oportunidades de golo para o Benfica. Aos 20” Sidnei dilatou a vantagem. Perto do intervalo, o Nacional voltou à carga mas sem sucesso. Após o reatamento, aos 51” Cardozo aumentou para 3-0 e a equipa voltou a descomprimir. Descansaram e entregaram a iniciativa ao Nacional que foi atacando e assustou ao fazer dois golos (Luís Alberto aos 76” e Mihelic aos 85”), pelo meio tinha havido mais uma ou duas belas oportunidades para cada lado. Mas aos 89”, Jara descansa os adeptos da casa ao estabelecer o 4-2 final. Vitória justa da equipa da casa. No fim, uma caricata e lamentável cena já alvo de um post autónomo (ver “Punhos de ferro”).

 

Após a pausa para as eleições, na segunda-feira, o Sporting foi ao Funchal defrontar o Marítimo. Os leões voltaram a alinhar de inicio com 3 médios de características puramente defensivas e talvez por isso, não houve nenhum lance de perigo nos primeiros 30” de jogo! Valdez desperdiçou uma boa oportunidade aos 36” e, quase em cima do intervalo, aos 43”, Zapater inaugurou o marcador. Na segunda parte o Marítimo entrou muito bem, encostou o Sporting à baliza e submeteu Rui Patricio (o melhor em campo) a trabalhos muito esforçados. Contra a corrente do jogo e em contra-ataque, aos 67”, Zapater bisa. O Marítimo perdeu a esperança e o Sporting marcou mais um, por intermédio de Leidson aos 76”. Vitória muito dilatada do Sporting que não mostra os enormes problemas porque passou durante a partida. O Sporting foi extremamente eficaz no ataque e contou com um guarda-redes muito inspirado. Destaque ainda para Zapater que passou da condição de suplente muito pouco utilizado para titular com 4 golos em 2 jogos!

 

 

Destaque ainda para o Rio-Ave 2 – Guimarães 3! Infelizmente, não pelos dois golos de João Tomás, mas pela arbitragem polémica! Três penalties (um para os da casa aos 49” e dois para os visitantes aos 10” e aos 89”), três expulsões (todas para os da casa e por acumulação de amarelos – Saulo aos 45”, Eder aos 59” e Vitor Gomes aos 89”, às quais se juntam o treinador). De salientar que o penalty no último minuto decidiu o jogo!

publicado por Spaceship às 12:54
Segunda-feira, 24 DE Janeiro 2011
Mas qual será? Mas qual será? Mas qual será o castigo do jesus? Eu sei lá, sei lá, eu sei lá, sei lá.
publicado por Joca às 11:49
Terça-feira, 18 DE Janeiro 2011

A 16ª jornada iniciou-se logo na sexta com a deslocação do Braga ao campo do Portimonense! O jogo começou de forma muito pouco interessante sem grandes lances de perigo.. Ainda na primeira parte, aos 38”, Domingos mexeu na equipa, tirou Mossoro (que teve um gesto muito indelicado de descontentamento) e meteu Hélder Barbosa. A substituição surtiu efeito com o novo jogador a inaugurar o marcador aos 50”. Logo depois, aos 53”, Rodriguez remata, o guarda-redes defende para a frente e Lima aumenta a vantagem. Aos 70” Alan fecha a contagem após passe de Hélder Barbosa. Foi clara e justíssima a primeira vitória fora de casa do Braga!

 

No sábado o Sporting recebeu o Paços e podia logo ter inaugurado o marcador na primeira jogada do jogo. Não o fez e o Paços acertou as posições defensivas e não deu grandes veleidades ao Sporting. O jogo estava a ser calmo, até que aos 28”, num dos primeiros ataques do Paços, a defesa do Sporting alivia a bola para a frente e Samuel à entrada do meio campo desfere um potentíssimo remate que inaugura o marcador. O Sporting reagiu bem e Valdez travou um enorme duelo com Cássio que efectuou 4 ou 5 grandes defesas a remates do chileno, mas ao 5º, defende para a frente e Liedson empatou o jogo aos 42” (2º golo de Liedson no campeonato!!!!). Mas logo depois, num rápido contra-ataque do Paços, um avançado sente a entrada do Polga e deixa-se cair, o árbitro acaba por assinalar grande penalidade que deixa algumas dúvidas. Assim, aos 44”, Manuel José recoloca o Paços na frente! Na segunda parte, o Sporting entrou melhor e chegou ao empate aos 62” por Salomão. O jogo entrou numa fase bem mais aberta, com oportunidades de golo num lado e noutro e é o Paços quem volta a marcar aos 81” por Pizi. O Sporting ainda fez duas alterações (antes tinha entrado Saleiro para o lugar de Maniche e agora entravam Grimi e Zapater para os lugares de Evaldo e Salomão – no banco restavam Abel, Torsiglieri e Pedro Mendes), mas não conseguiu reagir. Foi a segunda derrota do Sporting frente ao Paços e originou o pedido de demissão do presidente JEB, após ano e meio à frente do clube sem nada ter ganho.

 

No domingo ao final da tarde, o Porto recebeu a Naval e desde cedo a última classificada deixou bem claro que vinha para defender o empate e procurava perder tempo sempre que possível (aos 40” já o redes era admoestado por esse motivo). O Porto foi a única equipa a atacar e a procurar o golo. Aos 44”, o árbitro permite (mal) que seja marcada uma fora com uma outra bola em campo e na sequência da jogada, Varela assiste Falcao que inaugura o marcador (o árbitro nunca deveria ter permitido que a fora fosse marcada com outra bola dentro do campo, mas a partir do momento em que se reiniciou o jogo e uma vez que a outra bola não estava perto do local onde se desenvolveu a jogada, nem teve qualquer influência, a validação do golo está correcta). Logo depois, o Porto tem uma bela jogada a fazer lembrar o tiqui-tac do Barcelona e Hulk marca. Pouco depois do reatamento, aos 53”, Hulk aproveita um falhanço do defesa, para fazer uma arrancada e fazer mais um golo. Já perto do final e numa altura em que já todos esperavam pelo fim do jogo, Fucile provoca um penalty completamente escusado que Gomis converte, colocando o resultado final em 3-1.

 

Imediatamente após este jogo, o Benfica deslocou-se a Coimbra para defrontar a Académica. Entrou bem o Benfica e criou algumas oportunidades de golo. Aos 18”, o momento do jogo, Cardozo marca um livre directo e a bola desvia no braço de Saviola que está em posição irregular e entra na baliza. Golo que deveria ter sido invalidado (aparentemente, o árbitro viu que o golo foi de Saviola – porque lhe atribuiu o golo no seu relatório – mas não terá visto que ele estava em posição irregular). O Benfica continuou a mandar no jogo e a ter as principais oportunidades de golo (excepção para um rápido contra-ataque a que Roberto fez uma grande defesa para canto) e até ao intervalo registam-se uma jogada dúbia na área da Académica em que o árbitro deu amarelo a Coentrão por ter simulado penalty quando pode ter sido carregado (houve contacto provocado pelo jogador da Académica..) e pela agressão de Pape Sow a Cardozo que lhe valeu o vermelho directo. Na segunda parte, a Académica entrou bem mais aguerrida, a atacar mais e melhor e até podia ter marcado por Bischoff que rematou ao poste. Esse lance acordou o Benfica que voltou a pegar e a mandar no jogo e também Luisão acertou um cabeceamento na trave. Pouco depois há uma mão de um jogador da Académica na área que o árbitro não viu. No final o Benfica ganha com um golo irregular, num jogo em que ambas as equipas têm razões de queixa da fraca arbitragem que teve influência no resultado. Ainda assim, o Benfica foi de longe a melhor equipa em campo.

 

Destaque ainda para a derrota do Leiria em casa frente ao surpreendente Beira-Mar por 3-0!

publicado por Spaceship às 18:27
Segunda-feira, 17 DE Janeiro 2011

Porquê que não calam este triste papagaio??

 

O Benfica acusou a Sport TV de ser parcial, numa declaração do director de comunicação do clube, João Gabriel, após o jogo com a Académica, transmitido domingo pelo canal codificado.

 

"A imparcialidade é um valor que a Sport TV, como canal que serve 700 mil pessoas, deve prezar, facto que não aconteceu aqui hoje. Se o processo negocial que está em curso, e que todos conhecemos, está longe de chegar a bom porto, se aquilo que se passou hoje tem algo a ver com esse processo negocial, então a Sport TV escolheu o caminho errado", afirmou.

 

João Gabriel acrescentou que "quem sai prejudicado são aqueles que pagam à Sport TV para ter uma transmissão televisiva de qualidade, com comentário isentos, imparciais em relação aquilo que se está a viver em campo".

 

Ora, eu vi o jogo. O papagaio não se refere a nada em concreto. Já falei com benfiquistas e inclusivamente vi o jogo com um. E ninguém fez qualquer observação. Por isso, este papagaio foleiro só pode ter uma explicação para este triste figura: tentar esconder o benefício que o SLB teve ontem. Só há essa explicação minimamente lógica. Mas aguardo mais opiniões.

 

Até breve

 

publicado por AR às 15:19
Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
14
16
19
20
21
22
23
27
29
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Contador de Visitas
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
....sou benfiquista " desde pequenino", ouvi o rel...
Oferecido de empréstimo ao privadosEstou pronto pa...
Oferecido de empréstimo entre detalheSão detalhe n...
Calabote ter sido erradicado (pois se fosse irradi...
benfica é o lider como a aguea e ...
Este senhor quer tapar o sol com a peneira......ex...
Os portistas Saõ e serao sempre os mesmos m...
Ah caiu o mito porque tu o dizes? Makes sense.
E não vao ficar por aqui... este ano tb ja esta de...
Posts mais comentados
54 comentários
39 comentários
32 comentários
30 comentários
28 comentários
26 comentários
blogs SAPO