Segunda-feira, 28 DE Fevereiro 2011

A 21ª jornada começou com o Porto a deslocar-se a Olhão, onde a equipa caseira estava invicta no presente campeonato. O Porto fez uma primeira parte de grande domínio e controle do jogo. Com Hulk na sua posição normal, o Porto voltou a fazer um bom jogo e o incrível quase marcou logo aos 9” mas a bola ainda fui à trave. Durante toda a primeira parte, só deu Porto e foi com muita injustiça que chegou ao intervalo a zero. No reatamento, a Olhanense apareceu mais afoita no ataque e a conceder menos espaços ao Porto, mas aos 68” Belluschi inventa um golão num balão espectacular ao guarda-redes. 2” depois, Falcao dilata a vantagem e praticamente sentencia o jogo. Até ao final ainda houve uma ou duas oportunidades para cada lado, mas aos 92” surge o segundo de Falcao. Vitória justa do Porto que voltou a fazer uma exibição de encher o olho.

 

No dia seguinte, o Benfica recebeu o Marítimo. O Benfica entrou muito forte e a dominar o jogo, pondo o guarda-redes maritimista à prova diversas vezes e com o Marítimo a fazer rápidos e venenosos contra-ataques. Na primeira parte salientam-se duas ou três boas defesas de Marcos, uma bola de Gaitan ao poste e uma eventual grande penalidade não assinalada pelo árbitro, quando Maxi centra e um defesa salta de costas, abrindo os braços e desviando a bola. O empate ao intervalo penalizava o ataque do Benfica que, na segunda parte, voltou a entrar muito bem e coloca o guarda-redes à prova várias vezes. Cardozo também enviou uma bola à trave quando tinha tudo para marcar facilmente. Aos 76”, balde de água fria com Djalma a inaugurar o marcador na sequência de um canto. Mas 5” depois, Sávio restabelecia o empate. Os 10” finais forma de enorme sufoco (o Benfica tirou Javi, Aimar e Gaitan para pôr Martins, Jara e Kardec), com um golo bem anulado a Luisão aos 91” e com Coentrão mesmo em cima do apito (94”) a dar vitória mais que justa ao Benfica, num jogo que podia ter ganho de forma tranquila e que esteve perto de perder.

 

Logo depois, começou o Nacional – Sporting debaixo do habitual nevoeiro da Choupana, com a particularidade do treinador do Sporting ter saído no dia anterior e do futuro treinador (o director Couceiro) estar no banco mas não orientar a equipa. O Nacional adiantou-se aos 19” por Mateus, houve queixas de fora-de-jogo, mas o nevoeiro não permite ver melhor, logo, na dúvida, benefício ao ataque. O Sporting teve tudo para evitar a derrota, desde logo um penalty aos 36”, em que Postiga permite a defesa a Bracalli (que depois também defende a recarga de Djaló), mas também quando fica a jogar contra 10 após a expulsão de João Aurélio ainda com meia hora para se jogar. O Sporting atacou como pode, mas Bracalli defendeu muito, Vuk acertou uma no poste e o Nacional em contra-ataque ainda colocou muitos problemas a Rui Patrício. O Sporting vai de mal a pior..

 

Destaque para a luta na Europa, Sporting (3º) perdeu.. Paços ganhou e subiu ao 4º em igualdade com o Guimarães que perdeu, e ambas a 1 ponto dos leões. O Nacional ficou a 4 do Sporting e ainda falta o Braga jogar (para já está a 6 e joga com a Naval que vai em último). Mas ainda há bastantes mais equipas à perna, com o 9º (Olhanense a seis pontos do Sporting.

 

Ah.. e Liedson bisou.. já vai com 7 golos em 5 jogos..

publicado por Spaceship às 11:17
Sexta-feira, 25 DE Fevereiro 2011

Vendo a primeira imagem, parece uma agressão e quase que é escandaloso o árbitro não dar cartão.. mas quando se vê a repetição em câmara lenta e mais próximo da acção.. ui..

 

http://www.youtube.com/watch?v=UsEbf-o83fc&feature=relmfu

publicado por Spaceship às 14:40

A Liga Europa começou na quarta-feira com o jogo dos ex-invictos da Liga Europa e o Sevilha. Ora provavelmente pelo dia a que foi o jogo, os adeptos dos ex-invictos da Liga Europa confusos falam dessa eliminatória como se tratasse de um jogo da Champions e como o Sevilha fosse uma super potência do futebol mundial. Ora o Sevilha como ficou demonstrado nem sequer estofo para participar na Champions tem, tendo sido arrumado por uma equipa portuguesa, o Braga,  com duas derrotas. Os ex-invictos da Liga Europa passaram a eliminatória, cumpriram a sua obrigação. No entanto passaram de forma sofrível e sem brilho. O Braga sim teve brilho e foi brilhante. Isto para reforçar ao contrário do que querem fazer passar, os adeptos dos ex-invictos da Liga Europa e a imprensa desportiva, os ex-invictos da Liga Europa não foram brilhantes nem nada que se pareça. Fizeram os mínimos. Passar com um 2-2 numa eliminatória é fazer os mínimos.

 

 

A seguir jogou o Sporting. Uma equipa que anda desorientada, sem animo e sem futebol. Mesmo com o resultado na mão, depois de terem dado a volta de 0-1 para 2-1 acabam por sofrer o golo do empate mesmo no fim do jogo de forma absolutamente absurda, com 4 jogadores do Rangers sozinhos na área.

 

O Braga mais uma vez continua a sua bela campanha pela europa em contraste com o campeonato onde está uns furos a baixo da época passada. Cumpriu na Champions, tendo tido acesso através de uma brilhante eliminatória com o Sevilha com 2 vitórias e passando com um total de 5-3 e agora na Liga Europa passou uma eliminatória com uma vitória por 2-1, ajudando a contribuir com pontos parao ranking nacional.

 

 

Por último o Benfica provou que era na verdade mais forte que o Estugarda e que a diferença trazida da Luz era curta face à diferença das duas equipas. Um belo jogo, onde a eliminatória nunca esteve em risco. Belas defesas dos dois guarda-redes da equipa alemã. Destaque ainda para uma ou outra intervenção de grande categoria do Roberto. Da minha parte não vão ouvir excitação com esta passagem. O Benfica não fez mais que a sua obrigação. Os outros, os adeptos dos ex-invictos da Liga Europa é que falam da eliminatória de quarta-feira como se tivessem derrotado o Barcelona na Champions.

 

 

p.s: Antes que venham bocas sofre o estofo do Benfica  para a Liga dos Campeões, o Benfica tem estofo porque se qualificou para a mesma. Tem estofo quem se qualifica e dentro das que têm estofo ficam as 16 melhores, coisa que o Benfica não foi.

publicado por lmb às 00:12
Terça-feira, 22 DE Fevereiro 2011

Esta vigésima jornada iniciou-se numa quarta-feira em finais de Janeiro e terminou quase um mês depois numa segunda-feira.

 

A primeira equipa a jogar, foi o Porto que antecipou a recepção ao Nacional e que venceu de forma tranquila e categórica. Hulk inaugurou o marcador logo aos 3”, dilatou a vantagem à passagem da meia hora e, em cima do intervalo, James Rodriguez sentenciou o resultado final. Foi uma primeira parte de luxo em que o Porto mandou completamente no jogo, marcou cedo e continuou a pressionar e a procurar marcar, conseguindo obter um resultado folgado. Na segunda parte, o Porto desacelerou e controlou calmamente o jogo, gerindo o ritmo e o esforço. O Nacional teve finalmente alguma posse de bola e alguns remates à baliza, mas sem nunca importunar demasiado o Porto que venceu confortavelmente.

 

Já em Fevereiro, e na altura agendada, o Braga recebeu o Paços de Ferreira e cedo se viu a perder. É verdade que os bracarenses estão numa onda de lesões e com muitos jogadores lesionados e em má forma, enquanto do outro lado, o Paços está a fazer um campeonato muito bom e tem feito grandes resultados. Em pouco mais de 20”, o Paços marcou 2 golos. Aos 11” Manuel José converteu uma grande penalidade e aos 18” Silvio marcou um auto-golo.. Ukra ainda alimentou a esperança da reviravolta com um bom golo aos 35”, mas o Paços foi sempre superior e mesmo após a expulsão de David Simão a 15” do fim, não deu grandes oportunidades ao Braga e foi um justo vencedor. O Paços, em grande forma, já vai em 5º lugar!

 

Na segunda-feira, jogou-se o derby da segunda circular. O Benfica entrou muito forte e foi pautando os ritmos do jogo, com os dois alas em grande plano (Nico e Toto como Jesus lhes chama). O golo de Salvio aos 18” apareceu com toda a naturalidade. O Benfica continuou a mandar e a dominar no jogo e o Sporting só apareceu nos últimos 10” da primeira parte, mas sem nunca incomodar Roberto. Em cima do intervalo, Sidnei é imprudente e vê o segundo amarelo, sendo estupidamente expulso. Na segunda parte, o Benfica jogou mais fechado na defesa e o Sporting apenas teve uma ocasião de golo, aos 53”, Roberto foi enorme a defender uma bola de Matias Fernandez. No seguimento de um lance de bola parada, Gaitan fez o segundo aos 63” e praticamente sentenciou o jogo. O Sporting pouco ou nada fez, efectuando raros remates sempre desenquadrados com a baliza. Jogo muito fraco do Sporting que demonstrou ser muito fraco para este campeonato (não percebo a titularidade de Cristiano em vez de Salomão), vai a 23 pontos do primeiro e a 15 do segundo, tendo o quarto a apenas 1 ponto.. muito mau!

publicado por Spaceship às 09:46
Sexta-feira, 18 DE Fevereiro 2011

Meus caros,

 

Não sei se isto é verídico ou não, mas está engraçado:

http://www.youtube.com/watch?v=pGRpRfVURjM

publicado por Spaceship às 18:26

O regresso das competições europeias teve como factor extra o facto de estarem quatro equipas portuguesas em prova na Liga Europa.

 

Na Luz, o Benfica recebeu o Estugarda, que embora esteja em péssima situação na Bundesliga (o Schalke também estava e está em grande na Champions – ganhou o Grupo e empatou fora nos oitavos de final), apresentou-se muito bem na Luz. A defender de forma muito compacta e competente, não dava a mínima hipótese ao Benfica e contra-atacava com muito perigo. Sem surpresa chegou ao golo, já depois de ter enviado uma bola ao poste e de Roberto ter feito uma grande defesa. Na primeira parte, tirando um lance em que parece existir penalty sobre Coentrão, o Benfica nada fez e a vitória tangencial dos alemães era justa. Mas na segunda parte, tudo mudou, o Benfica apareceu muito pressionante e exerceu um domínio avassalador, marcou por duas vezes e podia ainda ter feito mais golos, não fosse a fantástica exibição do guarda-redes alemão que em apenas esta parte do jogo, justificou o título de melhor em campo. No final, um 2-1 que deixa tudo em aberto na eliminatória.

 

À mesma hora, na Polónia, o Braga defrontou o Lech Poznan debaixo de neve! O Braga apresentou-se algo desfalcado, com muito poucas opções no banco. Ainda assim, conseguiu controlar a primeira parte sem grandes problemas, mantendo o jogo bem longe da sua baliza. A segunda parte foi bem diferente, com os polacos a entrarem com um grande ímpeto e a colocarem grandes dificuldades ao guarda-redes bracarense. Uma perda de bola no meio campo, permitiu que num rápido contra-ataque e quase no limite do fora-de-jogo, os polacos marcassem por intermédio da sua estrela, Rudnevs. Até ao fim, o Braga conseguiu manter a diferença pela margem mínima e trazer um resultado que também permite ter a eliminatória ao seu alcance.

 

Mal acabaram esses jogos, começou o Porto em Sevilha. O Porto entrou bem melhor no jogo e conseguiu encostar-se à baliza dos da casa e teve uma ou duas grandes oportunidades de golo (essencialmente no seguimento de lances de bola parada). A meio da primeira parte o Sevilha conseguiu sacudir a pressão e criar também uma ou duas boas oportunidades de golo. No reatamento o Porto voltou a entrar melhor e mais solto, e chegou ao golo através de um lance de bola parada, sendo que Rolando está no limite do fora-de-jogo. Pouco depois, também no seguimento de um lance de bola parada, também o Sevilha chega ao golo, sendo que agora, é claro que Kanouté faz falta ao saltar sobre Otamendi. O Sevilha intensifica a pressão e dispõe de mais uma ou duas grandes oportunidades. O Porto também tem um grande livre de Hulk, mas é já a 5” do fim, que há uma grande desatenção da defesa sevilhana que deixa o Cebolla ir discutir uma bola com Palop, que faz falta para penalty que o árbitro ignora, mas felizmente a bola sobre para Guarin que marca. No final, resultado que deixa o Porto muito bem posicionado com quase dois pés na próxima eliminatória.

 

Ao mesmo tempo, o Sporting jogava em Glasgow. Começou autoritário a defender no meio campo escocês e a controlar o jogo longe da sua baliza, não permitindo grandes ataques aos escoceses, pressionando muito alto e a obrigá-los a falhar passes. Na segunda parte, os escoceses entraram muito mais fortes e foram para cima da baliza, obrigando a grande trabalho de Rui Patricio, nomeadamente através de muitos cantos e centros para a área portuguesa. O Sporting ainda conseguiu sacudir um pouco essa pressão, mas passado um pouco, a pressão voltou a intensificar-se e os escoceses marcaram. No final do jogo, o Glasgow descansou e o Sporting mesmo em cima da hora empatou o jogo. O empate com golos fora de casa deixa também grandes perspectivas para o jogo de Alvalade.

 

Resumindo, duas vitórias pela margem mínima (sendo que uma foi em casa e outra fora), um empate com golos fora e uma derrota fora pela margem mínima, deixam grandes perspectivas para a próxima mão, deixando em aberto uma forte possibilidade de todos passarem à próxima ronda.

 

Destaque ainda para Quaresma que marcou e foi expulso já nos descontos, mas o Besiktas perdeu em casa com o Dínamo de Kiev por 1-4 (Hugo Almeida entrou na segunda parte e pouco fez, Simão e Manuel Fernandes não poderam ser inscritos).

publicado por Spaceship às 17:57
Quinta-feira, 17 DE Fevereiro 2011

https://1.bp.blogspot.com/_LGHGXqjj51I/TLbgjlIjI0I/AAAAAAAAABE/CvJAJpri4xQ/s320/luis01.jpg

"O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, reuniu-se hoje com o presidente da Federação Portuguesa de Atletismo, Fernando Mota, na sede daquele organismo, para analisar algumas decisões dos juizes no último campeonato nacional de pista coberta, no Pombal, que considera terem lesado a sua equipa.
A anulação de um lançamento de peso de Marco Fortes, a ordenação dos atletas no salto em comprimento e a suspeita de irregularidade nos 200 metros foram os casos levantados pelo Benfica - cujas decisões beneficiaram o rival Sporting - tendo Fernando Mota, com recurso a imagens televisivas, defendido a decisão dos juízes.
«Mesmo sabendo que existe margem para o erro humano e que podem haver interpretações dúbias nas imagens televisivas, a Federação explicou e confirmou que foram aplicados os regulamentos. De resto, Portugal é um dos três países no Mundo com o máximo de oficiais técnicos e tem um chairman na Federação Internacional de Atletismo. Logo, estamos bem seguros das nossas decisões», garantiu Fernando Mota.
Por seu lado, Luís Filipe Vieira - já em cima da hora para o jogo com o Estugarda - disse apenas que «foi um encontro muito proveitoso», aproveitando para dar conta ao presidente da Federação do «carinho que o Benfica tem pelo atletismo» e da aposta que está a a fazer.".

Fonte: "A Bola".

 

Pois é, a mania da perseguição do "Kaddafhi dos Pneus" já se estendeu ao atletismo!

Agora, são os juízes dessa modalidade que andam a prejudicar o benfica.

Já não há paciência para os pedidos de reuniões por parte do presidente desse clube.

Liga, Ministério da Administração Interna, Federação Portuguesa de Atletismo...

A seguir, talvez vá pedir para ser recebido pela Federação Portuguesa de Braço de Ferro!!!

Se o presidente do benfica não tem noção do ridículo, alguém lhe devia chamar a atenção.

O problema é que não parece haver no benfica alguém com capacidade para isso.

Infelizmente, o clube está cheio de atrasados mentais, de que é exemplo máximo o cromo que representa o benfica no programa sobre futebol, aliás, sobre casos de arbitragem, que é emitido pela Sic Notícias, às segundas-feiras, à noite.

publicado por Joca às 18:02
Quarta-feira, 16 DE Fevereiro 2011

Meus Caros,

 

Ontem à noite o hotel Altis em Lisboa foi palco de uma curiosa reunião ou encontro. O presidente do Marítimo, Carlos Pereira, e o advogado do clube, Mário Figueiredo, estiveram ontem reunidos com o advogado do Benfica Paulo Gonçalves, ao que tudo indica para preparar as batalhas jurídicas com o FC Porto e o Atlético Mineiro em torno do futuro do brasileiro Kléber. Mais do que o alinhamento Marítimo-Benfica ou os antecedentes jurídicos - Carlos Pereira fez referência, em entrevista a "A Bola", a um pretenso saco azul do FC Porto no quadro das negociações por Kléber e o FC Porto ripostou com o anúncio de uma acção por difamação.

Engraçado! Em seguimento de uma referência que deixei no meu anterior post, e ainda da famosa reunião na SAD do clube da Luz onde estiveram presentes, entre outros, os directores do Jornal ABOLA e RECORD, ou o paineleiro António Pedro Vasconcelos, reunião essa confirmada, este é mais um exemplo das tentativas de manobras de bastidores que se fazem por aquelas bandas. Vinda daquele clube que tenta auto-proclamar-se defensor da verdade desportiva e acima de qualquer suspeita moral.

Tristes!!


Até breve

Terça-feira, 15 DE Fevereiro 2011

Vejam as habilidades que este guarda-redes finlandês faz com a bola:

 

http://sol.sapo.pt/inicio/galerias/videos.aspx?content_id=11839

 

Não chega a mostrar grande coisa sobre as suas qualidades como guarda-redes, mas mostra que tem grande facilidade em colocar a bola onde quer!

Não me parece que seja montagem e acho que é fisicamente possível.. ;)

 

publicado por Spaceship às 18:11
Segunda-feira, 14 DE Fevereiro 2011

Meus Caros,

Já por mais de uma vez aqui referi a minha admiração pela capacidade de comunicação do treinador do FCP, André Villas Boas. Também já aqui referir a minha admiração pela máquina de marketing do SLB.

Ora, esta semana isso esteve no seu auge, e até levou um vice-presidente do SLB vir responder ao treinador do FCP, passando um atestado de incompetência ao seu treinador, pelo menos nesta área de comunicação.

No entanto, a coisa correu mesmo mal para os lados da 2ª circular. A campanha foi fortíssima, a imagem de que o SLB era a melhor equipa nacional, o FCP anda a arrastar-se, um presidente do Marítimo a ter a primeira página do jornal ABOLA (desafio qualquer um a mostrar uma primeira página desse jornal num fim de semana com uma entrevista de um presidente de qualquer clube que não os três grandes), o somatório das vitórias consecutivas, e a culminar a declaração do ingénuo Fábio Coentrão que já afirmou que estavam mesmo à espera de uma escorregadela do FCP em Braga, etc. etc. etc..

Pois, o FCP venceu com categoria, embora haja quem prefira as notas artísticas. Aliás, nunca vi uma equipa do Mourinho, nem o Mourinho falar de notas artísticas, e é considerado o melhore do mundo, mas enfim. Venceu com categoria, e de seguida o André Villas Boas resolveu lançar o pânico no povo quando “lembrou” os mais distraídos de factos indesmentíveis, a saber:

  • Referiu que “Não me lembro de ver os jogadores do Benfica tão crescidos quando foram salvos da Liga dos Campeões pela Liga Europa no último minuto por um golo de um adversário.”
  • O FCP não precisa de abrir conferências de Imprensa para mascarar agressões;
  • O FCP não precisa de contratar um jogador no dia em que vai jogar com o adversário e tirá-lo de campo;
  • O FCP tem melhor ataque e melhor defesa;
  • O FCP está invencível no campeonato e na Liga Europa;
  • O FCP perdeu com o SLB naquele que é para ser considerado o jogo da “prova dos 9” para essa campanha, mas o SLB não foi nem pouco mais ou menos dominador, embora tivesse ganho bem com a eficácia que teve;
  • O FCP tem 56 pontos em 60 possíveis;
  • O FCP não tem a força do Benfica relativamente ao impacto da sua marca.

Com isto, pretendo desde logo insistir na excelente capacidade de comunicação do André Villas Boas, e da lufada de ar fresco que o seu discurso trouxe, que julgo que só um adepto que não consiga “despir a camisola” pode deixar de admitir. Depois, dizer ainda que gosto também desta troca de galhardetes, pois não fere ninguém, não há insultos e anima as semanas.

Até breve

publicado por AR às 22:47
Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
19
20
21
23
24
26
27
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Contador de Visitas
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
....sou benfiquista " desde pequenino", ouvi o rel...
Oferecido de empréstimo ao privadosEstou pronto pa...
Oferecido de empréstimo entre detalheSão detalhe n...
Calabote ter sido erradicado (pois se fosse irradi...
benfica é o lider como a aguea e ...
Este senhor quer tapar o sol com a peneira......ex...
Os portistas Saõ e serao sempre os mesmos m...
Ah caiu o mito porque tu o dizes? Makes sense.
E não vao ficar por aqui... este ano tb ja esta de...
Posts mais comentados
54 comentários
39 comentários
32 comentários
30 comentários
28 comentários
26 comentários
blogs SAPO