Segunda-feira, 21 DE Março 2011

A 24ª jornada iniciou-se com o Sporting a receber o Leiria e a voltar a desperdiçar pontos no seu reduto. Ao contrário do que temos visto, o Sporting até jogou bem e pressionou o seu adversário. O Leiria limitou-se a defender e só mesmo no final é que fez algum perigo num rápido contra-ataque. O Sporting atacou muito e procurou o golo com enorme insistência, mas apanhou um guarda-redes muito atento e a fazer um grande jogo e, por outro lado, teve Djaló completamente desastrado (não só falhou oportunidades incríveis, como conseguiu atrapalhar os seus companheiros no ataque) e Postiga com falta de pontaria. Nos últimos minutos, a equipa da casa ainda se pode queixar de duas faltas à entrada da área que o árbitro não sancionou. O empate é muito lisonjeiro para o Leiria que nada fez e muito prejudicial para o Sporting.

 

Seguiu-se o Porto a receber a Académica e a passar por um pequeno susto fruto de uma primeira parte muito apagada dos futuros campeões nacionais. Logo aos 2” ficou por marcar uma grande penalidade por mão de Rolando na área (algo que não é de todo novo neste campeonato). A primeira parte foi fraquíssima, e tirando o golo de Addy à passagem da meia hora, pouco ou nada há a salientar. Na segunda parte o Porto veio bem mais empenhado e tomou completamente conta do jogo. Os jogadores da Académica tiveram que se socorrer de um jogo mais violento (um ou outro lance até seria para vermelho directo) e foi sem surpresa que o Porto marcou, aos 53” por Guarin (continua em grande!). A pressão e a vontade mantiveram-se e o Porto foi continuando a marcar, primeiro por Maicon aos 62” e depois por Varela aos 73” e após Rolando ter acertado na barra! Vitória justa da melhor equipa em campo.

 

Por fim, na segunda o Benfica deslocou-se à Mata Real para defrontar a sensação Paços de Ferreira que na semana passada foi pela primeira vez derrotado em 2011. Começou muito bem o Benfica, Cardoso marcou de grande penalidade logo aos 5”. Aos 13” e aos 25”, Aimar e Gaitan elevaram o marcador. Ainda antes da meia hora, Carole fez um auto golo. Mas Cohene é expulso (e bem, para além da agressão que motivou a grande penalidade mas onde apenas viu o amarelo, já tinha tido duas entradas faltosas para segundo amarelo. Também Maykon podia ter sido expulso pouco antes com vermelho directo, mas foi poupado com amarelo) ainda antes do intervalo e sentencia o jogo. Perto do final, ainda houve tempo para Nuno Golos bisar e colocar o resultado final em 1-5. Vitória justa da melhor equipa em campo.

publicado por Spaceship às 23:21

Para esclarecer algumas dúvidas sobre o potencial e/ou capacidades dos nossos adversários na próxima ronda da Liga Europa, aqui fica um rápido ponto de situação sobre os mesmos:

  

Dínamo Kiev – Vai em segundo no campeonato, a 12 pontos do Shaktar e com mais 5 que o Metallist. Foi eliminado dos Play off da Champions pelo Ajax e ficou na Liga Europa. Passou em primeiro num Grupo com Bate Borisov, Sheriff e AZ Alkmaar. Depois cilindrou o Besiktas (4-1 na Túrquia e 4-0 em casa) e depois passou o Man City (ganhou 2-0 em casa e perdeu 1-0 fora).

 

PSV – Lidera o campeonato Holandês com mais 1 ponto que o Twente e 6 que o Ajax. Para aqui chegar, passou os russos do Sibir no Play off (ganhou 5-0 em casa e teve a única derrota na competição por 1-0 na Rússia), passou em primeiro num grupo com a Sampedória, Metallist e Debrecen. De seguida eliminou o Lille (que veio do Grupo do Sporting e que lidera o campeonato francês, empataram 2-2 na França e ganharam 3-1 em casa) e o Rangers (empate a zero na Holanda e vitória por 1-0 na Escócia).

 

Spartak Moscovo – Com uma jornada do campeonato vai em último (perdeu 4-0 com o Rostov). No ano passado ficou em 4º lugar no campeonato. Esteve na Champions onde ficou em terceiro num grupo que contava com Chelsea, Marselha e Zilinia. Na Liga Europa passou o Basileia (ganhou 3-2 na Suíça e empatou 1-1 em casa) e o Ajax (ganhou 1-0 fora e 3-0 em casa).

publicado por Spaceship às 11:13

José Eduardo Fragoso Tavares de Bettencourt foi eleito presidente do SCP a 5 de Junho de 2009 e apresentou a sua demissão a 15 de Janeiro de 2011. No próximo fim-de-semana são as eleições para os sócios escolherem o seu substituto!

 

Do ano e meio que passou à frente dos destinos do clube, o clube não ganhou nenhum troféu e terminou um campeonato em 4º lugar (a 28 pontos do primeiro e a 20 do terceiro). Esta época, deixa o clube em 3º, muito longe do 2º e com várias equipas à perna.. Aliás, a equipa está mais perto do último classificado do que do primeiro (está a 21 pontos da Naval e a 30 pontos do Porto)! Além disso, já foi eliminada de todas as competições em que participou (na taça de Portugal pelo Setúbal nos oitavos de final, na taça da Liga pelo Benfica nas meias finais e na Liga Europa pelo Glasgow Rangers nos dezasseisavos de final).

 

Teve três treinadores (Paulo Bento, Carlos Carvalhal e Paulo Sérgio), com episódios caricatos pelo meio, como um eventual pré-acordo com Vilas Boas que acabou por recusar e o facto de ter apresentado Carvalhal pela internet, no site oficial do clube. Sai deixando a equipa entregue a Couceiro, um homem que tinha sido contratado para director geral e que não ia roubar espaço a Costinha nem nunca seria treinador e acabou a treinar a equipa, sem Costinha e Paulo Sérgio.

 

Teve três directores de futebol (Paulo Barbosa, Ricardo Sá Pinto e Costinha – ainda teve Miguel Ribeiro Telles e Salema Garção a fazerem a ponte entre cada novo director) e um director geral (José Couceiro). Este último com a particularidade de ter sido contratado duas semanas antes de Bettencourt se demitir.

 

Para além de nada ter ganho, conseguiu enfraquecer a equipa, vendendo os melhores jogadores. Saíram Moutinho (não se compreende como vende o capitão a um rival directo), Veloso e Liedson, os três totalizaram uma verba similar a uma única venda de Benfica e de Porto nos últimos anos. E fez entrar jogadores fracos (Angulo, Caicedo, Tales, Hildebrand, Torsiglieri. Cristiano..), jogadores velhos e com elevados ordenados (Pedro Mendes, Maniche,..) e o estratoférico Pongolle. De lado deixo jogadores que num plantel tão fraco, admito serem mais valias como João Pereira, Evaldo, Zapater, Matias Fernandez e Valdez.. Mas são todos jogadores que ainda custaram alguns milhões e que – caso de Matias Fernandez – podem não vir a justificar esse custo.

 

Adicionalmente, saliente-se o timing da sua decisão de sair.. para além de ter sido duas semanas após a contratação de Couceiro, foi a duas semanas do fim do mercado de inverno, que para uma equipa que precisava de reforços, apenas funcionou nos últimos dias, com a saída de Liedson e a entrada de Cristiano!

 

Conseguiu ainda criar um caso à volta de Izmaelov (um dos melhores jogadores da equipa) que deixou de fazer parte do plantel. Também nunca conseguiu disciplinar Vukcevik que, embora seja dos melhores jogadores da equipa, nunca se afirmou com nenhum treinador e com todos eles teve conflitos mais ou menos públicos.

 

Durante este período, ficam sobretudo frases que se tornaram famosas, como "Paulo Bento forever", “Sei quem são e sei quem é o Herri Batasuna cá do sítio”, “Temos de ficar 15 pontos à frente do Braga” e "João Moutinho era uma maçã podre".

 

Para a história fica, sem sombra de dúvidas, um dos piores presidentes de sempre!

publicado por Spaceship às 10:49
Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
16
19
20
26
28
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
eu estava a nascer mas nesse ano a unica coisa que...
Correctíssimo ao dizer página mais negra da nossa ...
Então por que foi irradiado o Calabote?
Grande cabrinha... uma pessoa humilde.. de um cora...
....sou benfiquista " desde pequenino", ouvi o rel...
Oferecido de empréstimo ao privadosEstou pronto pa...
Oferecido de empréstimo entre detalheSão detalhe n...
Calabote ter sido erradicado (pois se fosse irradi...
benfica é o lider como a aguea e ...
Posts mais comentados
54 comentários
39 comentários
32 comentários
30 comentários
28 comentários
26 comentários
blogs SAPO