Sábado, 07 DE Abril 2012

O Benfica entrou em campo em Londres em desvantagem de 1-0 e em desvantagem na formação das equipas, sem qualquer central de raíz e com Javi e Emerson a jogarem no meio da defesa. Ainda assim, a equipa entrou melhor e a jogar no meio campo inglês. Mas rapidamente se percebeu que tinha pela frente uma coesa e competente equipa do Chelsea e uma arbitragem muito caseira, com larga diferença no capítulo disciplinar (5 amarelos para o Benfica na primeira meia hora sem um único para o Chelsea) e na interpretação de quedas. Aos 20’ marca penalty por carga de Javi em Cole e Lampard coloca o Chelsea na frente. O Benfica voltou ao ataque mas uma falta de Maxi aos 40’ deita tudo a perder ao ver o 2º amarelo e a ser expulso. Esses últimos 5’ foram todos do Chelsea e por pouco o Chelsea não voltou a marcar. O  Benfica reentra e tem duas boas oportunidades, mas rapidamente o Chelsea volta a tomar conta do jogo e tem mais duas ou três grandes oportunidades para marcar (Ramires falha uma escandalosamente). O Benfica começa a refrescar o ataque e ter algumas oportunidades. Javi marca aos 85’ e o Benfica lança-se no tudo ou nada. Já nos descontos e após um lance de bola parada do Benfica, o Chelsea contra-ataque e Meireles coloca o resultado final em 2-1. O Benfica fica fora da Champions mas teve uma grande atitude da forma como jogou mais de 50’ com um jogador a menos e apenas dois defesas (Emerson – que até terá feito o seu melhor jogo com a camisola do Benfica – e Capdevila) na equipa, conseguindo jogar de igual para igual.

O Sporting foi jogar à Ucrânia e teve em Rui Patrício o seu grande herói. O guarda-redes leonino foi defendendo tudo o que lhe ia aparecendo e o Sporting pouco fazia para além de defender e tentar impedir que os ucranianos se aproximassem da baliza. No primeiro remate à baliza, Wolfswinkel marcou mesmo antes do intervalo. Os ucranianos voltaram a entrar na segunda parte ao ataque e conseguem ultrapassar Patrício aos 57’. Com o  empate no jogo, bastava mais um golo para empatar a eliminatória e os ucranianos procuraram esse golo que Patrício ia negando. Aos 65’ beneficiaram de um penalty que Patrício defendeu e com essa defesa quase acabou com as esperanças dos ucranianos que pouco ou mais fizeram até final. Empate a um que permite ao Sporting avançar para as meias finais ibéricas, novamente. No ano passado, 3 equipas portuguesas e 1 espanhola, este ano, 1 portuguesa e 3 espanholas. Força Sporting.

publicado por Spaceship às 23:17
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
eu estava a nascer mas nesse ano a unica coisa que...
Correctíssimo ao dizer página mais negra da nossa ...
Então por que foi irradiado o Calabote?
Grande cabrinha... uma pessoa humilde.. de um cora...
....sou benfiquista " desde pequenino", ouvi o rel...
Oferecido de empréstimo ao privadosEstou pronto pa...
Oferecido de empréstimo entre detalheSão detalhe n...
Calabote ter sido erradicado (pois se fosse irradi...
benfica é o lider como a aguea e ...
Posts mais comentados
54 comentários
39 comentários
32 comentários
30 comentários
28 comentários
26 comentários
blogs SAPO