Segunda-feira, 03 DE Outubro 2011

O Benfica foi o primeiro a entrar em campo ao receber o Paços de Ferreira. Logo no inicio do jogo, Cardozo marcou, mas o árbitro errou ao anular esse golo por fora-de-jogo inexistente. O jogo estava vivo e de cada vez que o Benfica acelerava, criava muito perigo.. Foi a noite de Saviola que deu imenso trabalho a Peçanha. Marcou aos 21” e aos 43” e fez ainda com que o guarda-redes se aplicasse em mais 4 ou 5 jogadas. Na segunda parte, aos 51”,Luisão cometeu penalty infantil sobre Luisinho e Michel reduziu. Logo de seguida, Artur faz uma excelente defesa a cabeceamento de Melgarejo (emprestado pelo Benfica), foi quanto bastou para o Benfica voltar a acelerar e marcar mais duas vezes, aos 65” por Luisão e aos 66” por Nolito (melhor marcador da equipa). Uma vitória clara por 4-1, num jogo que o árbitro complicou (para além do golo anulado, também se esqueceu de marcar um livre indirecto dentro da área do Paços e uma eventual grande penalidade contra o Paços, mas que até aceito a não marcação da mesma).

 

Seguiu-se o Sporting que teve uma deslocação complicada a Guimarães.. Aproveitando um erro da defesa vitoriana, Schaars recuperou uma bola em zona avançada, deu para Capel que inaugurou o marcador logo aos 8”. O Sporting continuou a atacar e a dominar o jogo, mas aos 22”, Rinaudo é expulso num lance em que parece existir demasiado rigor por parte do árbitro. Com mais de uma hora de jogo pela frente, o Sporting cerrou fileiras e o Guimarães tentou atacar mais, mas sem grande discernimento. Mesmo com um jogador a mais, acabou por incomodar pouco o guarda-redes do Sporting.. Foi a 6ª vitória consecutiva do Sporting, algo que não acontecia à mais de ano e meio. Vitória justa, mas dificultada por um enorme excesso de rigor do árbitro que colocou o Sporting em inferioridade numérica muito cedo.

 

Imediatamente após, o Porto entrou no municipal de Coimbra para jogar com a Académica. O jogo estava a ser bem dividido e muito equilibrado, até que aos 27”, Walter teve cabeça para mostrar o seu valor e colocar o Porto em vantagem (já antes tinha ameaçado). Pouco depois, aos 33”, James Rodriguez tem um óptimo trabalho na área e eleva a contagem para 2-0, bem o árbitro a deixar o lance correr, mesmo havendo dúvidas na posição de James aquando do passe de Hulk, em caso de dúvida deu o benefício ao ataque (a jogada foi muito rápida, e acho que estiveram bem em nada marcar). A Académica teve algumas oportunidades de golo, mas não conseguiu concretizar e o Porto passou a gerir o jogo com alguma calma e tranquilidade. Aos 58” é Guarin quem eleva para os 3-0 com que o jogo terminou. Até ao fim, apenas a assinalar a expulsão de Abdoulaye e pouco mais. Vitória justa do Porto que soube tornar o jogo calmo e tranquilo.

publicado por Spaceship às 14:37

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Outubro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
27
28
29
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
eu estava a nascer mas nesse ano a unica coisa que...
Correctíssimo ao dizer página mais negra da nossa ...
Então por que foi irradiado o Calabote?
Grande cabrinha... uma pessoa humilde.. de um cora...
....sou benfiquista " desde pequenino", ouvi o rel...
Oferecido de empréstimo ao privadosEstou pronto pa...
Oferecido de empréstimo entre detalheSão detalhe n...
Calabote ter sido erradicado (pois se fosse irradi...
benfica é o lider como a aguea e ...
Posts mais comentados
54 comentários
39 comentários
32 comentários
30 comentários
28 comentários
26 comentários
blogs SAPO