Quinta-feira, 23 DE Outubro 2008

Sempre fui um acérrimo defensor de uma Selecção Nacional sem jogadores naturalizados.

Quando se começou a perspectivar a chamada de Deco à Selecção, e apesar de ser portista, manifestei-me contra essa opção.

Passados estes anos, e depois de também Pepe ter sido chamado, mantenho a mesma opinião.

Trago este assunto à colação porque se começa a falar da naturalização de Liedson (que veio dizer que vai pedir a cidadania portuguesa, uma vez que já preenche os requisitos) e da sua possível chamada à Selecção.

Apesar de se ter aberto a porta da Selecção Nacional a jogadores naturalizados, quanto a mim, devem ser estabelecidos critérios de exigência que levem a que só jogadores que os preencham venham a vestir a camisola das quinas.

Julgo que o critério mais importante é que só sejam chamados jogadores naturalizados que se sintam verdadeiramente portugueses. Quer Deco, quer Pepe, já manifestaram várias vezes que se sentem portugueses e que é a Portugal que devem muito daquilo que são hoje. Para além disso, Deco tem filhos que nasceram em Portugal e Pepe uma mulher portuguesa. Por sua vez, Liedson nunca expressou qualquer sentimento especial por Portugal, aliás, a sua mulher foi ter o seu filho ao Brasil.

Outro critério muito importante deverá ser que só sejam chamados jogadores de nível mundial. Quer Deco (para além do F.C.Porto, jogou no Barcelona e no Chelsea; foi o melhor jogador da Liga dos Campeões 2003/2004; fez parte da lista de possíveis vencedores da Bola de Ouro em vários anos), quer Pepe (depois do F.C.Porto, joga agora no Real Madrid; faz parte da lista de possíveis vencedores da Bola de Ouro deste ano) são 2 dos melhores jogadores do mundo. Já Liedson (que na Europa só jogou no sporting; que só foi melhor marcador do Campeonato Nacional uma vez, apesar de já estar cá há vários anos; que nunca despertou o interesse de nenhum clube relevante de um dos melhores campeonatos da Europa) não é, claramente, um dos melhores jogadores do mundo...longe disso.

Um outro critério deverá ser a idade. Tanto Deco, como Pepe, quando foram chamados pela 1ª vez à Selecção Nacional eram jovens com muitos anos de futebol ao mais alto nível pela frente. Quanto a Liedson, tem 31 anos, ou seja, no próximo Mundial terá 33 anos.

Em função do exposto, gostaria de colocar a seginte questão...faz sentido chamar à Selecção Nacional um jogador naturalizado de 31 anos, que não se sente verdadeiramente português, e que não é um jogador de top mundial?

Sinceramente, não me parece...

 

publicado por Joca às 17:29
Depois de muito me divertir ás custas deste blog, chegou o momento de intervir.
Gostava que o menino Joca me explicasse onde é que está o problema dos 33 anos...
Com essa idade tenho a certeza que continua jovem e com capacidade de manter a sua performance ao mais alto nível.
nini a 23 de Outubro de 2008 às 20:12
Esse comentário só pode ser de alguém que se sente claramente atingido pelo teor do meu post...
Não quis ofender ninguém quando falei na questão da idade, mas parece que toquei num ponto sensível!
Quem tem 32, 33 anos não é que seja velho, mas já tem algumas das suas faculdades diminuidas...à que saber viver com isso...não tem mal nenhum...
Joca a 23 de Outubro de 2008 às 20:21
Eu por principio sou contra a ida de naturalizados, mas a partir que um pode ir, qualquer um que traga uma mais valia pode ir.

Ou seja não vejo um único avançado português que seja melhor que o Liedson, como tal o Liedson deve ir.

Quanta à idade, não tem nada a ver, basta ver o Larsson da Suécia. Como tal se o Liedson estiver em forma com 33 anos deve ir.

lmb a 24 de Outubro de 2008 às 09:41
Concordo em parte como Post .
E concordo qd é referido essencialmente que só devem ser chamados jogadores de nível mundial, que a selecção tenha verdadeiramente a ganhar. E sobre isso, a triagem tem sido bem feita por muitas más línguas invejosas, ou então por saberem pouco de futebol, a realidade é que tanto o Pepe como o Deco são jogadores de nível mundial, já o Liedson não o é, nem nunca há de ser.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Concordo em parte como Post . <BR>E concordo qd é referido essencialmente que só devem ser chamados jogadores de nível mundial, que a selecção tenha verdadeiramente a ganhar. E sobre isso, a triagem tem sido bem feita por muitas más línguas invejosas, ou então por saberem pouco de futebol, a realidade é que tanto o Pepe como o Deco são jogadores de nível mundial, já o Liedson não o é, nem nunca há de ser. <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Qt</A> ao sentimento pela pátria, também concordo com o que está escrito, embora considere que isso não deverá ser im critério fundamental. <BR>Em resumo, não vejo qq motivo válido para convocar o Liedson , aliás em consonância com a opinião que tive na altura em que se falou do Derlei .
AR a 24 de Outubro de 2008 às 10:05
Só pergunto aos meus amigos que avançado português é melhor que o Liedson???

Digam-me dois melhores 3 melhor que o Liedson e eu calo-me.

O critério deve ser, há algum português ou portugueses melhores que o jogador em causa, se sim optar sempre pelo português, caso não exista, convocar o naturalizado.

Agora, objectivos os meus amigos não conseguem ser, porque desconfio que digam nomes de avançados portugueses melhor que o Liedson.

Mas se bem os conheço até o João Paulo vão colocar à frente do Liedson.
lmb a 24 de Outubro de 2008 às 10:41
Caro Ika ,
Em primeiro lugar folgo em saber que depois de 2 situações em que foste manifestamente contra, agora ao terceiro és o maior defensor. Porque será???

Depois, mais objectivos não é possível Não chega reunir as condições legais (lembro que até estas tu já foste um acérrimo opositor) mas também ser de alguma forma uma mais valia incontestável De nível mundial, o que objectivamente o Liedson não é!!!!
Depois, convocar um jogador para fazer uma única competição, também me parece perfeitamente desnecessário. Faz lembrar aquela gestão tipo Scolari , "vou tratar de minha vida e quem vem a seguir que se desenrasque !!"

Finalmente. e de acordo com o que está no post , há a questão lateral que é sentimental . E o Liedson , contrariamente ao outros dois casos de nível mundial, nada o liga a Portugal!!

Chega??
AR a 24 de Outubro de 2008 às 11:26
Tu não lês o que eu escrevo.
Eu afirmei que .a partir do momento que o Deco vai, qualquer um, que esteja naturalizado pode ir. Logo não fui contra a ida do PEPE. Fui contra a do Deco, mas abrindo as portas ao Deco...........todos podem ir.

Mas a minha filosofia é, pode ir se não existir ou existirem portugueses melhor que o jogador em causa.

O facto de existir ou não ligação a Portugal, acho que o facto de ele querer ser português mostra a sua ligação ao país.

O argumento de ser de nível mundial é rídiculo. Porque apesar de não ser de nível mundial, é o melhor "português", logo tem de ser convocado.

Porque se o argumento fosse só convocar jogadores de nível mundial, Portugal entrava sempre em campo com 7/8 jogadores.

Continuo à espera que me apontem pelo menos o nome de um avançado português melhor que o Liedson.

lmb a 24 de Outubro de 2008 às 11:43
Ele quer ser português porque isso lhe dá vantagens, nomeadamente, torna-se um jogador comunitário...sendo um jogador comunitário tem mais hipóteses de ser contratado por um clube estrangeiro porque qualquer clube de um país pertencente à União Europeia pode ter os jogadores comunitários que quiser...não há limites (ao contrário de jogadores de países que não pertencem à União Europeia).
Quanto a dizer nomes de avançados melhores que o Liedson, até pode não haver nenhum...a questão não é essa. Para mim não basta que não haja nenhum avançado português melhor do que o Liedson. Tal como eu disse no post, acho que só jogadores naturalizados de nível mundial devem ser chamados. Também acho que não há nenhum trinco português melhor que o Paulo Assunção, mas acho que ele não deve ser chamado porque apesar de ser um grande jogador, não é um jogador de top mundial.
Joca a 24 de Outubro de 2008 às 12:59
Apesar de tudo a situação é um bocado diferente.
No meio campo temos vários jogadores de qualidade no ataque nem por isso.

Mas ainda assim, não me chocava, e até considerava justo e bom para Portugal a ida do Paulo Assunção.

Sem ser o Raul Meireles, não vejo um jogador português melhor que o Paulo Assunção para actuar na posição deste. Agora temos vários jogadores de qualidade, de nível inferior ao Paulo Assunção, que fazem bem o lugar.

Mas repito, a nível de avançados o Liedson é muito superior aos nossos avançados.

lmb a 24 de Outubro de 2008 às 18:58
Para terminar com esta conversa, junto a opinião de um comentador de futebol que, apesar de ser mouro, considero isento, António Tadeia. Considera ele:
"Liedson voltou aos golos decisivos em Donetsk e no rescaldo do jogo repetiu aquilo que o seu empresário, Gilmar Veloz, já revelara: que vai dar entrada aos papéis para pedir um passaporte português. Não foi, contudo, mais longe, recusando-se para já a dizer que quer mesmo jogar na selecção portuguesa, aparentemente a condição única para que Carlos Queiroz o convoque. E fez bem, porque o caso de Liedson é muito diferente dos de Deco ou Pepe, os mais recentes naturalizados a jogar na Selecção. Liedson chegou a Portugal no Verão de 2003 e, por isso, tem todo o direito a requerer a nacionalidade portuguesa e a beneficiar de tudo o que esse estatuto lhe confere na União Europeia. É ele próprio quem diz que se sente português, pelo que o mais natural é que queira sê-lo também de papel passado. Outra coisa, porém, é jogar na Selecção Nacional, porque o Liedson futebolístico não é um produto lusitano. Ele próprio o sabe e talvez por isso mesmo demonstre muitas reservas neste assunto. É que Liedson chegou a Portugal com 25 anos, depois de jogar, entre outros, no Flamengo e Corinthians, dois dos maiores clubes do Brasil e do Mundo. É que a barreira, aqui, não deve ser a da xenofobia. O que importa não é se o cidadão é mais ou menos português, se nasceu no continente, nas ilhas, nas ex-colónias ou do outro lado do Mundo - Bosingwa e Makukula, por exemplo, nasceram no Congo, mas são dois produtos do futebol português, como Deco ou Pepe. Deco chegou a Portugal antes de fazer 20 anos e sem qualquer experiência de vulto no futebol brasileiro, onde de resto só começaram a ouvir falar dele na sequência dos títulos do FC Porto. Pepe, esse, aterrou na Madeira com 17 anos, vindo dos juniores do Corinthians Alagoano para a equipa B do Marítimo. Por isso, a partir do momento em que tenha o passaporte português, Liedson deve ter plenos direitos de cidadania em aspectos verdadeiramente importantes, mas usá-lo para uma coisa que, objectivamente, é um jogo, pareceria uma forma oportunista de o fazer pagar pelo que estamos a dar-lhe. Há pelo Mundo quem o faça, mas basta olhar para resposta dada pelo "Levezinho" após o jogo de Donetsk para perceber que o assunto não o deixa confortável e para adivinhar que só a educação e algum medo de ver o processo parar o motiva a deixar tudo em suspenso."
E por aqui me fico. Talvez agora o sr. ika entenda as razões, e esqueça a ódia a tudo o que veste de azul e branco.



AR a 25 de Outubro de 2008 às 12:35
Tocas no ponto certo.
É português tem todo o direito de ser convocado.

Mas mais uma vez, e como sempre fazes juízos de intenção sobre as pessoas e passo a citar: "deve ter plenos direitos de cidadania em aspectos verdadeiramente importantes, mas usá-lo para uma coisa que, objectivamente, é um jogo, pareceria uma forma oportunista de o fazer pagar pelo que estamos a dar-lhe".

Deixa de ser assim.
A partir do momento que é se naturalizar português, e sendo melhor que qualquer outro avançado português, merece ir a selecção. O resto é conversa.

A tua pequenez e clubite aguda é que te faz ter argumentos absolutamente absurdos.

Eu ao menos sou neutral, a partir do momento que se abriu as portas ao Deco todo o jogador que esteja nas mesmas condições e seja melhor que qualquer outro português deve jogar.
lmb a 25 de Outubro de 2008 às 13:45
Definitivamente o sr ika demonstra a sua via quadrada.
Não consegue sair do seu raciocinio em forma de pescadinha de rabo na boca, por isso vai ficar por aqui
AR a 25 de Outubro de 2008 às 14:36
Claro, que cala.....!
Fico contente por não encontrares um português melhor que ao português liedson.

Fico contente por não arranjares uma prova do juízo de intenção que conseguiste fazer sobre as verdadeiras intenções do Liedson querer ser português.

Tu e o Joca gostam dos romantismos bacocos. "Ah veio para Portugal ainda era novo" " tem ligações a Portugal, a namorada é portuguesa, o filho nasceu em Portugal". Para mim isso vale 0, porque esses brasileiros naturalizados portugueses são tão portugueses como o Liedson caso ele venha a adquirir nacionalidade portuguesa.

Na vossa linha argumentativa vocês são mais portugueses que os filhos dos emigrantes que só passam por Portugal nas ferias, porque toda a vida deles é no país para onde os pais um dia partiram. Não têm nada que nos ligue ao país, ao passo que vocês como vivem cá, sempre viveram cá, têm cá familia, consideram-se mais portugueses que eles.

Rídiculos. Porque é esse o vosso racíocinio para excluir o Liedson, mesmo que a lei diga o contrário.

O único argumento válido é dizer que há melhores que o Liedson,mas não existem.

Mas fico contente, que o teu silêncio começe a demonstrar falta de argumentos válidos, pois os teus argumentos são origem da clubite aguda da qual o sr AR não se consegue livrar.



brasileiros
lmb a 25 de Outubro de 2008 às 14:58
Só uma nota relativamente ao último comentário...é óbvio que me sinto mais português do que filhos de emigrantes que só vêm cá nas férias e não têm quase ligação nenhuma a Portugal ou do que brasileiros que se naturalizam.
Para mim esse discurso politicamente correcto de que quem adquire a nacionalidade portuguesa é um português igual aos outros é uma treta...tem os mesmos direitos, mas nunca vai sentir aquilo que eu sinto pelo meu país.
Sou mais português do que o Liedson (quando este se naturalizar) TODOS OS DIA DO ANO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Joca a 25 de Outubro de 2008 às 19:14
Será que o Paulo bento se referia ao sr. Ika qd afirmou que há pessoas que não têm coluna, e que mudam de opinião sobre este assunto das naturalizações??
AR a 26 de Outubro de 2008 às 12:30
Não mudo não, porque quem não tem coluna és tu.
Eu sempre disse, sou contra, mas a partir que um vai qualquer um se tiver qualidade pode ir.

Já tu é que fazes distinções.

Ou porque chegou a Portugal com 25 anos e os outros com 20 anos, ou porque aquilo ou por aquele outro, etc e tal.

Só desculpas.

Eu sou objectivo. Está naturalizado, é o melhor na posição deve se convocado. E não há mais tretas.

Falta de coluna tens tu, que para um defendes a ida e para outros não.

Incoerente.
lmb a 26 de Outubro de 2008 às 12:52
Além de que estou há dias à espera que tu me apontes um avançado português melhor que o Liedson, é que pelo menos o Joca já admitiu que não há nenhum melhor que ele.

Se calhar o teu silêncio quer dizer o mesmo, que concordas.
lmb a 26 de Outubro de 2008 às 12:54

Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
17
19
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
ele é tudo o que disseram dele e muito mais....tiv...
eu estava a nascer mas nesse ano a unica coisa que...
Correctíssimo ao dizer página mais negra da nossa ...
Então por que foi irradiado o Calabote?
Grande cabrinha... uma pessoa humilde.. de um cora...
....sou benfiquista " desde pequenino", ouvi o rel...
Oferecido de empréstimo ao privadosEstou pronto pa...
Oferecido de empréstimo entre detalheSão detalhe n...
Calabote ter sido erradicado (pois se fosse irradi...
benfica é o lider como a aguea e ...
Posts mais comentados
54 comentários
39 comentários
32 comentários
30 comentários
28 comentários
26 comentários
blogs SAPO