Terça-feira, 23 DE Junho 2009

 

Meus caros,
 
Muito se tem falado da importância da TV para os clubes de futebol. Alguns, dizem mesmo que há um bicho papão chamado Olivedesportivos que nasceu para prejudicar um clube em particular. Enfim, os fantasmas do costume. No entanto, tenho uma opinião claramente diferente, considero essa empresa fundamental para a sobrevivência do futebol português, e não é de hoje. Aliás o próprio director financeiro do SLB considerou o mesmo. Mas, a este propósito, este recentemente em Portugal o Presidente da Liga inglesa que abordou este tema. Considerou ele que foi fundamental o acordo global de todos os clubes com a TV, pois permitiu que todos renovassem os estádios, melhorassem as assistências e consequentemente todos ficaram mais fortes. E hoje é o que sabemos, a Liga Inglesa é a mais rica e competitiva, sendo inclusivamente a que mais vende. António Tadeia, conhecido benfiquista escreveu sobre o tema. Aqui fica a sua opinião.
 
É enorme a tentação de se avaliarem os últimos desenvolvimentos nas eleições do Benfica, nomeadamente o quase-avanço de José Eduardo Moniz, à luz da grande decisão que terá de ser tomada pelo próximo presidente, que é a venda dos direitos televisivos dos jogos do clube na Liga. E chega mesmo para que alguns quase reduzam a essa oportunidade de negócio a oposição de Moniz a Vieira. Que, porém, tal como o presidente revelou ontem, é bem real e não é de agora.
Muito do que serão o futebol e a televisão portugueses dos próximos anos dependerá dessa decisão estratégica. Mas se a vinda a Portugal de David Richards, presidente da Premier League, serviu para alguma coisa, foi para deixar dois alertas. Primeiro, que a crise já chegou ao futebol televisionado e que, seja por falta de verba dos patrocinadores seja devido ao crescimento descontrolado das transmissões-piratas na internet, o dinheiro não vai crescer sempre; e, depois, que a centralização de direitos pode render mais dinheiro aos clubes. A todos, e não só aos mais vistos.
Ora, é aqui que está o erro dos que entendem que a crise de resultados do Benfica se deve ao "pouco" que recebe da TV. A aplicação a Portugal do modelo inglês, que é defendido também pela Associação das Ligas Europeias, seria boa, mas porque ia ajudar os clubes de média dimensão a aproximarem-se dos grandes. Estes, do que precisavam era que o mercado português crescesse para lá dos exíguos limites das nossas fronteiras. E isso já não depende das eleições do Benfica.“
 
Aguardo mais opiniões.
publicado por AR às 16:22

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
20
21
22
24
25
27
28
29
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
eu estava a nascer mas nesse ano a unica coisa que...
Correctíssimo ao dizer página mais negra da nossa ...
Então por que foi irradiado o Calabote?
Grande cabrinha... uma pessoa humilde.. de um cora...
....sou benfiquista " desde pequenino", ouvi o rel...
Oferecido de empréstimo ao privadosEstou pronto pa...
Oferecido de empréstimo entre detalheSão detalhe n...
Calabote ter sido erradicado (pois se fosse irradi...
benfica é o lider como a aguea e ...
Posts mais comentados
54 comentários
39 comentários
32 comentários
30 comentários
28 comentários
26 comentários
blogs SAPO